18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Mecanização no plantio da cebola chega com força total

Mecanização no plantio da cebola chega com força total

 

Mariana Rodrigues Bueno

João Eduardo Ribeiro da Silva

Engenheiros agrônomos, doutores em Fitotecnia, pesquisadores e professores do curso de Graduação em Engenharia Agronômica do Centro Universitário do Triângulo ” UNITRI/Uberlândia

marianarb_agro@yahoo.com.br

Crédito STA Máquinas

A cebola (Allium cepa) é a terceira maior olerícola em termos de importância econômica no Brasil, perdendo apenas para o tomate e a batata (IBGE, 2017). Na Figura a seguir é possível observar algumas das principais características do mercado de cebola no Brasil.

Os produtores brasileiros de cebola obtiveram bons resultados de produção em 2017. Minas Gerais ocupou a terceira colocação na produção nacional de cebola, com uma participação de 12,3% (Secretaria de Agricultura de Minas Gerais, 2017).

Esses resultados foram adquiridos em função do clima favorável para o cultivo da hortaliça, principalmente com relação à temperatura e umidade, e pela adoção de sementes e mudas de alta qualidade genética e de tecnologia no processo produtivo.

 

Plantio

Plântulas de cebola após semeadura convencional mecanizada e produção final de cebola no momento da colheita – Crédito Carlos Roberto Romeiro Sobrinho

A utilização do sistema de cultivo direto na cebola foi uma das tecnologias que mais agregou melhorias ao sistema produtivo, principalmente em função das inúmeras vantagens que proporciona, como o fornecimento de matéria orgânica para o solo, que ajuda na redução da evapotranspiração, melhora a infiltração e o armazenamento de água no solo, aumentando assim a sua disponibilidade para as plantas; reduzindo a amplitude térmica no solo e favorecendo o desenvolvimento de plantas e microrganismos benéficos, além de melhorar a estrutura do solo, conferindo proteção contra erosão.

Juntamente com o cultivo direto, melhorias na forma de plantio de cebola também têm sido muito bem aceitas pelos produtores e contribuído para a otimização das operações de plantio. Os métodos tradicionais de cultivo de cebola envolvem a produção de sementeiras e transplantio de mudas ou plantio por meio de bulbilhos.

Contudo, desde 2002, produtores da região sul do Brasil iniciaram o cultivo por meio de sementes, principalmente com o objetivo de otimizar o processo de semeadura em grandes áreas. Essa semeadura é realizada de forma mecanizada via uso de semeadoras ou semeadoras-adubadoras de linha convencionais com sistema mecânico ou com sistema de disposição de sementes a vácuo ou pneumático.

Sementes de cebola (Allium cepa) medindo aproximadamente 2 mm. Crédito Wikimedia

Essa matéria completa você encontra na edição de novembro de 2018 da Revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira o seu exemplar para leitura completa.

Inicio Revistas Hortifrúti Mecanização no plantio da cebola chega com força total