28 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiMelancia híbrida - 50% mais produtiva

Melancia híbrida – 50% mais produtiva

Eduardo Suguino

Roberto Botelho Ferraz Branco

Pesquisadores da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) – Polo Centro Leste

Adriana Novais Martins

Rosemary Marques de Almeida Bertani

rosemary.bertani@apta.sp.gov.br

Pesquisadoras da APTA Polo Centro-oeste

Golbery Rudolf Oliveira Rodrigueiro

Estagiário da APTA Polo Centro-oeste

 

Destaque
Melancia híbrida – 50% mais produtiva – Fotos Shutterstock

Não só para as hortaliças, como é o caso da melancia, como também para outras culturas, o melhoramento genético visa aumentar a produtividade e qualidade do que é cultivado, oferecendo materiais com a vantagem de serem resistentes e/ou tolerantes a pragas e doenças que são comuns à cultura.

Em geral, buscam-se no melhoramento, materiais com as características desejadas pelo mercado consumidor, seja pelo formato do fruto, coloração da casca ou polpa, presença ou não de sementes e quantidade de açúcares.

 

Custos

A diminuição da produção de sementes destes híbridos aumenta os custos de produção, o que é repassado ao consumidor final. A diferença do preço comercial entre sementes de plantas de fácil multiplicação ditas “normais“ e de alguns híbridos (entendendo que nessa classe existem as melancias tradicionais com e sem sementes, e também as minimelancias com e sem sementes) pode chegar a mais 500%, sendo que ainda existe o problema de alguns tipos de sementes terem uma baixa taxa de germinação.

Então, dependendo de uma série de fatores, como a cultivar escolhida, proximidade de centros consumidores e a existência ou não daquele nicho de mercado, o retorno pode ou não ser rápido. Em geral, cultivos em ambiente protegido tendem a produzir materiais de melhor qualidade com maior valor agregado, como é o caso das minimelancias e das tradicionais sem sementes.

Tipos de melancias

Melancia globular

A cultivar típica é a Crimson Sweet, que produz melancias de casca rajada, de coloração verde clara e verde escura. Os frutos desse grupo pesam em média 10-13 kg, são globulares ou globular-alongados, com polpa de boa qualidade. Atualmente, o tipo globular é o preferido pela maioria das regiões produtoras e também pelo consumidor brasileiro.

Tipo alongado

A cultivar típica é Charleston Gray, que produz frutos cilíndricos, com casca verde clara e finas estrias verdes escuras. Os frutos são grandes, com 12-15 kg. Embora ainda exista um bom mercado, esse tipo de melancia vem perdendo espaço para o tipo globular aqui no Brasil.

Melancia sem semente

São híbridos autoestéreis, introduzidos a partir do início da década de 90, que produzem melancias globulares, de coloração verde escura ou rajada, em dois tons de verde. Os frutos praticamente não possuem sementes e quando presentes são diminutas que quase não se percebe como semente.

Minimelancia

São híbridos que produzem frutos de pequeno tamanho em relação aos híbridos convencionais, com peso médio de 1-3 kg. Existem híbridos desse tipo que podem ou não possuir sementes em sua polpa.

E agora, qual escolher?

No momento da escolha do híbrido ou variedade, o produtor deve levar em consideração a preferência do tipo de fruto do consumidor da região em que se pretende comercializar o fruto.

Posteriormente, o produtor tem que estar atento para a decisão de que híbrido cultivar, pois no mercado atual de sementes de melancia existe ampla disponibilidade de materiais de cada tipo de melancia.

No entanto, materiais que apresentem vigor, resistência a patógenos e a intempéries climáticas (rusticidade), precocidade e qualidade de frutos devem ser os preferidos. As qualidades de pós-colheita, como resistência ao transporte e longevidade de qualidade do fruto também são essenciais para a escolha do material a ser cultivado.

Existem vários tipos de melancia - Fotos Shutterstock
Existem vários tipos de melancia – Fotos Shutterstock

Nichos de mercado

Os nichos de mercado que surgiram nos últimos anos para a cultura da melancia são o da melancia sem semente e a minimelancia, que vieram para atender consumidores que recusam o consumo de melancia devido à presença de sementes em sua polpa, e consumidores com número reduzido de indivíduos no lar, que é um perfil atual das famílias modernas, posto que frutos de tamanho grande ocupem amplos espaços nas geladeiras e demoram para ser consumidos.

Processamento agrega valor

Atualmente, na culinária moderna existem possibilidades para melancia que até então não existiam, como a polpa de melancia processada em cubos prontos para o consumo e o preparo de molho de melancia, que se assemelha ao do tomate, utilizados no preparo de pratos especiais com sabor agridoce.

Chamamos atenção para a possibilidade de produção comercial de molho a partir de frutos descartados nas lavouras, que, diga-se de passagem, representam número expressivo de uma lavoura comercial.

Essa matéria completa você encontra na edição de abril da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira a sua para leitura integral.

ARTIGOS RELACIONADOS

Green Has participa do Congresso de Tomate

A Green Has fez uma importante participação no Congresso do Tomate, uma oportunidade que Franco Borsari, diretor geral da Green Has do Brasil Nutrição...

Aminoácido é aliado no controle das viroses da melancia

  Fernando Simoni Bacilieri Engenheiro agrônomo, mestre e doutorando em Agronomia na Universidade Federal de Uberlândia " UFU ferbacilieri@zipmail.com.br Roberta Camargos de Oliveira Engenheira agrônoma e doutora em...

Hidrogood é especialista em hidroponia

A Hidrogood é patrocinadora oficial do Encontro Brasileiro de Hidroponia e participa do evento desde a sua primeira edição. “O Encontro de Hidroponia é...

Acadian – Pioneirismo em algas marinhas

  Há nove anos a Acadian participa da Hortitec. “A Hortitec é a feira nacional mais importante do segmento, uma oportunidade ótima para estreitar o...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!