Monitoramento das lavouras indica pouco volume de chuvas

0
19
Lavoura – Crédito: Shutterstock

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) publicou, na segunda-feira (30,) a nova edição do Informativo de Monitoramento das Condições das Lavouras. A análise apresenta uma previsão agrometeorológica semanal, acompanhada de comentários sobre os impactos do clima em algumas das principais culturas do país, e o progresso da safra.  A partir deste mês, o informativo já pode ser conferido diretamente no site da estatal. 

O monitoramento desta semana aponta maiores acumulados de chuva somente no Amazonas, Roraima e oeste do Pará. Por sua vez, as chuvas menos volumosas na costa leste nordestina beneficiam os cultivos de 3ª safra. Na região do Matopiba, o volume de chuvas deve manter também as condições favoráveis para encerrar a colheita do algodão. 

A Região Centro-Oeste segue com tempo seco predominante, favorecendo a maturação e a colheita do algodão do milho 2ª safra e do feijão 3ª safra. A falta de chuvas, no entanto, é desfavorável para o trigo em enchimento de grão no Mato Grosso do Sul, mas sem previsão de impacto em Goiás, devido ao manejo irrigado.

Na Região Sudeste, chuvas são previstas somente na faixa leste de São Paulo e nordeste de Minas Gerais. Nas demais localidades, o tempo seco favorece a maturação e a colheita do algodão, do milho 2ª safra e do trigo. 

Segundo o informativo, para a Região Sul há possibilidade de chuva (em pequena quantidade) apenas no centro-sul do Rio Grande do Sul e leste do Paraná. O armazenamento de água no solo estará adequado para o desenvolvimento vegetativo e floração do trigo no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e parte do Paraná. Nas demais localidades deste estado o trigo permanece sob restrição hídrica.  Confira mais detalhes das análises realizadas pela Conab no informativo disponibilizado esta semana