Inicio Revistas Grãos Monte Alegre – Sementes e mudas de café com qualidade garantida

Monte Alegre – Sementes e mudas de café com qualidade garantida

0
478
 Crédito Miriam Lins
Crédito Miriam Lins

A Monte Alegre ” Sementes e Mudas de Café atua há mais de 30 anos no segmento de sementes de café, e agora investe na produção de sementes e mudas certificadas na região de Franca- SP), no município de Ribeirão Corrente.

“É um trabalho de longa data e montamos, ao longo do tempo, campos experimentais das mais diversas variedades de café, não só do Brasil, mas também do mundo, muitas delas registradas, e comercializamos essas sementes no Brasil“, relata André Luis da Cunha, cafeicultor e sócio proprietárioda Monte Alegre ” Sementes e Mudas de Café e também da fazenda Bela Época Coffees.

O trabalho nos campos experimentais consistiu na seleção de plantas com melhor produtividade, melhor sanidade e maturação uniforme. Ano a ano fora feitas coletas dessas sementes e, por meio do melhoramento genético, desenvolvidos os materiais de café hoje existentes.

“O trabalho das sementes é o mais importante na fase de formação das mudas, porque a base da lavoura de café está na genética que a semente carrega. Assim para garantir a melhor semente escolhemos as plantas individualmente, com base em critérios de produção e sanidade“, diz André Luis.

As mudas

Quanto às mudas, a Monte Alegre produz há mais de 30 anos e há dez anos migrou o sistema convencional (o qual ainda é muito usado, com adoção de terra e esterco), para o sistema de tubete (tubetão), cuja base do substrato é a fibra de coco.

As mudas de tubete trazem como vantagem para o produtor a sanidade e uniformidade delas, o que também favorece o plantio mecanizado. De acordo com André Luis, o transporte também é otimizado, sem causar danos às mudas.

Isso porque elas são transportadas em bandejas-caixas, permitindo acomodar até 40 mil mudas em uma única viagem. “Chegamos a transportar as mudas por até 600 km, e elas chegamao destino da mesma forma que saíram do viveiro – sem estresse, danos ou sujeira, diferente do sistema convencional“, assegura o empresário.

Pragas de solo

Como a terra foi substituída pela fibra de coco, o produtor ganhou mais segurança com relação a fungos de solo, e principalmente quanto à incidência de nematoides, que é uma praga muito prejudicial à produtividade do café. “Nossas mudas têm isenção total de qualquer praga de solo. Isso traz uma segurança para nós, como empresa produtora, e para todos os clientes que estão adquirindo as nossas mudas“, garante o proprietário da empresa.

O evento

A Monte Alegre ” Sementes e Mudas de Café participou do Simcafé por ser o principal evento da Alta Mogiana, e agora vai participar da Expocafé. “É importante os produtores terem acesso a essa tecnologia, que é algo realmente novo e que está ganhando muita força. O padrão de mudas produzidas notubete é muito melhor do que a muda do sistema convencional.Além disso, o volume de raízes do nosso sistema chega a ser de duas a três vezes maior do que o sistema convencional em terra e esterco“, assegura André Luis.

Ele afirma que o investimento nessas mudas compensa, pois os resultados se expressam em um estande mais uniforme, com melhor pegamento e maior segurança com relação a pragas e doenças. “Apesar de termos tido anos ruins de chuva, a nossa demanda por mudas aumentou muito, pois o produtor está vendo no campo que o padrão das mudas plantadas em tubetes é melhor do que as de sistema convencional. No mínimo, o ganho de incremento de produtividade que se tem é de 10%, variando muito de acordo com a tecnologia adotada por cada produtor“, conclui.

Essa matéria você encontra na edição de junho 2016 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

SEM COMENTÁRIO