Mosca-das-frutas: Acelera queda de frutos de café

0
91

Autores

José Braz Matiello Engenheiro agrônomo – Fundação Procaféjb.matiello@gmail.com

Valmir Zuffo Engenheiro agrônomo e consultor

Diego B. Rocha Técnico agrícola – Coopadap

Sintomas da mosca-das-frutas no cafeeiro
Crédito: José Matiello

A mosca-das-frutas pode atacar os frutos de café em dois estágios, quando ainda verdes ou quando maduros. Em ambos estágios pode provocar ou acelerar a queda desses frutos atacados.

A  mosca-das-frutas  é considerada uma praga de pequena importância na cultura do café. Duas espécies são mais frequentes atacando os frutos – Ceratitis capitata (a mais comum) e Anastrepha fraterculus.

Nos frutos maduros podem ser observadas duas causas de aceleração na queda dos frutos. A primeira, de modo semelhante à queda dos verdes, é combinada com a ação complementar de fungos saprófitas, que aproveitam os frutos como porta de entrada. A segunda, pelo consumo da mucilagem dos frutos, pelas larvas da mosca.

Assim, o fruto tem passagem mais rápida da fase de cereja para passa e seco. Nessa condição, o pedúnculo do fruto enfraquece e acelera sua queda.

Sabe-se que os frutos de cafeeiros conilon, provavelmente pela sua pouca mucilagem, não são atacados. Deve-se, no entanto, passar a observar o que vai ocorrer com alguns clones de robusta em cultivo na região, já que os frutos destes possuem casca mais grossa e contêm mais mucilagem, sendo mais semelhantes aos frutos de cafeeiros arábica.

Danos

A mosca-das-frutas parece ocorrer em maior escala em zonas cafeeiras mais quentes. Grandes populações da praga já foram observadas em regiões cafeeiras da Bahia, no Oeste e na região da divisa com Minas Gerais e no Norte de Minas. Porém, a ocorrência é generalizada na cafeicultura de café arábica.

Tudo indica que regiões onde na época da frutificação do café existem poucos frutos, sejam cultivados ou frutos de plantas nativas, as moscam vão se concentrar nas plantações de café. Também, o cafeeiro é fonte de multiplicação da mosca, que assim, passa a atacar mais as plantas cítricas quando localizadas próximas às lavouras de café.

Um outro prejuízo causado pela mosca-das-frutas, aqui não sendo o foco, é aquele que diz respeito à influência do ataque sobre a qualidade do café. Com o ataque acelerando a maturação, muitos frutos que seriam colhidos maduros e, assim, podendo ser despolpados ou preparados via seca, com maior qualidade, passarão a ser colhidos na forma de passa ou secos, assim dificultando a qualidade do café.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.