Mudas de porta-enxertos

0
10

Liliane Marques de Sousa Graduanda em Agronomia – Universidade Federal da Amazônia (UFRA)liliane.engenheira007@gmail.com

Bianca Cavalcante da SilvaDoutoranda em Agronomia/Produção Vegetal – Universidade Estadual Paulista (FCAV/UNESP)bianca.cavalcante@unesp.br

Alasse Marques de SousaTécnico em Agronegócio e graduando em Agronomia – UFRAalasse.oliveira77@gmail.com

Porta-enxerto – Crédito Van Der Hoeven

A citricultura é uma atividade agrícola de grande importância para o agronegócio nacional e internacional, com destaque entre as frutíferas cultivadas. A citricultura brasileira já enfrentou momentos difíceis devido à utilização praticamente de apenas uma combinação de copa e porta-enxerto, que são as duas partes que formam a planta de citros.

Por isso, para um cultivo sustentável, a base é a diversificação de variedades visando a obtenção de copa e porta-enxertos com características agronômicas desejáveis, como alta eficiência produtiva, elevada qualidade de frutos, resistência a doenças e adaptação a ambientes sujeitos a estresse hídrico.

Nesse contexto, tem-se a necessidade da introdução de novas variedades de porta-enxertos para uso na citricultura brasileira. Tendo em vista que os plantios das regiões norte e norte, que correspondem a 12% da produção nacional, baseiam-se na combinação de uma variedade copa, a laranjeira pêra, sobre uma variedade porta-enxerto, o limoeiro cravo, assim como no Estado de são Paulo, principal produtor de citros do País, representando 80% da produção nacional de laranjas doces, essa combinação também é predominante, apesar do uso de outros porta-enxertos nos cultivos.

A grande preocupação de pesquisadores e produtores, caso esses pomares sejam atacados por pragas ou doenças que acometem especificamente essa combinação, de modo geral a citricultura brasileira seria seriamente comprometida devido à vulnerabilidade dos pomares, pela ocorrência de doenças e pragas específicas dessa combinação.

Diante disso, uma alternativa viável ao controle de pragas, doenças, bem como a busca pelo aumento de produtividade e incremento do vigor das plantas de citros, têm sido alcançadas com o uso de mudas de porta-enxertos sadios e vigorosos, sendo que esse manejo tem sido mais interessante que outros na citricultura.

Escolha certa

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.