23.3 C
São Paulo
terça-feira, julho 5, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Mudas de qualidade garantem morango mais saboroso

Mudas de qualidade garantem morango mais saboroso

 

Mário Calvino Palombini

Engenheiro agrônomo, consultor e proprietário da Vermelho Natural

vermelhonatural@hotmail.com

 

Foto 01 Mudas de qualidade garantem morango mais saboroso - Crédito Shutterstock
Mudas de qualidade garantem morango mais saboroso – Crédito Shutterstock

Para obtenção de frutas de qualidade, um dos pré-requisitos essenciais é a utilização de mudas de alta qualidade genética e sanitária. Características como doçura, resistência, formato, sabor e produtividade são avaliadas de acordo com o destino final da fruta ” indústria ou mesa.

As variedades possuem duas divisões clássicas – as de dias neutros, que produzem independente do comprimento do dia, e as de dia curto, que somente produzem com o comprimento do dia menor que 12 horas, ou seja, no inverno.

A muda é o coração de qualquer sistema de produção, e ter variedades adaptadas e mudas de qualidade é fundamental para que se possa fazer um manejo adequado a fim de obter bons resultados.

A qualidade da fruta pode serdeterminada pelo tipo de muda, raiz nua com diâmetro de corola de mais de 8 mm e 15 cm de comprimento de raiz, trayplants (em substrato) pequena e grande, além do manejo adequado, se é fresca (plantada alguns dias após o arranque e mantidas a temperaturasentre 1 e 2ºC) ou refrigerada (mantidas a temperaturas negativas de-1ºC).

Mudas ideais

O material genético apropriado para a produção de mudas deve ser o “filho”(F1, F2, F3…) proveniente do donatário da variedade. Outroaspecto é que se ele for feito no solo, que este seja arenoso e se promova a desinfecção adequada.No caso do Brasil,está disponível apenas o metano-sódio para esse propósito.

Outro ponto importante é que as condições climáticas sejam favoráveis, pois o morango precisa de um período de calor para desenvolver os perfilhos (F), e um período subsequente de frio para ocorrer a maturação da muda, além de muita insolação.

Além disso, deve-se analisar a época de retirada das mudas, que deve coincidir com o período de plantio nas áreas de produção.

Em primeiro lugar, as variedades devem ser testadas, antes de se definir aquela que se adapta melhor à região, para que se atinjam as expectativas mais próximas de uma resposta econômica. O Brasil tem opções viáveis produzidas e adaptadas às regiões de cultivo.

Manejo

No manejo do solo, é importante estar atento à esterilização do solo: utilize o metano-sódio conforme indicação do fabricante.O preparo do solo pode ser encanteirado ou simples, sendo que o espaçamento varia conforme a variedade e o adensamento de plantas que se deseja. O plantio pode ser mecanizado.

 As plantas devem ter origem credenciada, em especial para viveiros. Já o sistema de irrigação (fase inicial) pode ser por gotejamento e aspersão (fase final).O arranquio deve ser feito de forma mecanizada.

É feita a lavagem das mudas e, após a classificação por diâmetro de corola e comprimento do sistema radicular, as frutas são embaladas e depositadas em câmara fria a -1ºC, não podendo passar de -2ºC e de 0ºC.

Cuidados

A qualidade fitossanitária e características climáticas são os fatores mais importantes no cultivo de morangos. A capacidade produtiva das áreas são definidas no viveiro, porque neste período ocorre a diferenciação floral e a capacidade produtiva, ou seja, uma muda de baixa qualidade ocasiona baixa produção a campo.

Existem vários outros detalhes no processo, por isso, a produção de mudas de morango é um segmento muito tecnificado e deve conta com orientação técnica apropriada.

Essa matéria você encontra na edição de fevereiro/2015 da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira a sua!

 

Inicio Revistas Hortifrúti Mudas de qualidade garantem morango mais saboroso