Muita atenção às pragas do quiabeiro

0
27

Franscinely Aparecida de Assis
Doutora em Entomologia e professora de Agronomia – Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado)
franscinelyassis@unicerrado.edu.br
Vanessa Andaló
Doutora em Entomologia e professor de Agronomia – Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
vanessaandalo@ufu.br
Flávio Lemes Fernandes
Doutor em Entomologia e professor de Agronomia – Universidade Federal de Viçosa (UFV)
flaviofernandes@ufv.br

O quiabeiro é infestada por diversas espécies de artrópodes-praga que podem causar injúrias, reduzir a produtividade e aumentar os prejuízos ao horticultor. Por se tratar de uma cultura de suporte fitossanitário insuficiente (“minor crops”), a redução da densidade populacional destes organismos deve ser realizada com a integração entre os métodos de controle, principalmente cultural e biológico, uma vez que para muitas pragas não há produtos registrados no Sistema de Agrotóxicos Fitossanitários (AGROFIT) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Pragas do quiabeiro

Na cultura do quiabeiro pode-se encontrar o ácaro-rajado Tetranychus urticae, o ácaro-vermelho T. ludeni, o ácaro-verde Mononychellus planki (Acari: Tetranychidae), o ácaro-branco Polyphagotarsonemus latus (Acari: Tarsonemidae) e o ácaro-da-erinose Aceria esculenti (Acari: Eriophyidae).

Ácaro-rajado

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.