21 C
Uberlândia
sábado, julho 13, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMercadoNetafim participa da Irrigacana 2015

Netafim participa da Irrigacana 2015

 

Cultura canavieira é a terceira maior do Brasil com rendimento monetário bruto de R$ 38,6 bilhões

 

Gotejo em cana - Crédito Netafim
Gotejo em cana – Crédito Netafim

A Netafim, empresa pioneira e líder mundial em soluções de irrigação por gotejamento, participa do 2º Seminário Brasileiro de Irrigação ” Irrigacana 2015, nos dias 28 e 29 de outubro, no Centro de Eventos Ribeirão Shopping, em Ribeirão Preto/SP. O evento é promovido pelo Grupo de Irrigação e Fertirrigação de Cana-de-Açúcar (GIFIC) e deve reunir cerca de 500 participantes. O tema dessa edição será “Gestão eficiente da água e dos insumos que podem potencializar a produtividade da cana irrigada“.

O cenário nacional aponta para usinas e fornecedores em busca de redução no custo da tonelada produzida. Segundo Marcos Kawasse, gerente comercial da Netafim, a crise que assombra o setor canavieiro no Brasil pode ser superada com o uso de tecnologias que ajudam o produtor a aumentar a produtividade no campo. “A irrigação por gotejamento é efetiva por produzir mais (já que a tecnologia é parecida com um “conta-gotas“ em que a água cai direto na raiz da planta produzindo mais) e reduzir custos de água, energia, insumos e mão de obra“, explica.

A Netafim acredita que há potencial real de irrigar 900 mil hectares de canaviais nos próximos cinco anos (considerando todos os métodos de irrigação), mas dificuldades como outorga de água, disponibilidade de energia e acesso a crédito devem reduzir este movimento. “Nossos cálculos apontam que conseguiremos somente 200 mil hectares em cana“, conta Kawasse.

Atualmente a cultura canavieira é a terceira maior do Brasil com um rendimento monetário bruto de R$ 38,6 bilhões, segundo informações do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 2012. “A cultura canavieira é um negócio de extrema importância para o nosso país que é hoje o maior produtor, com aproximadamente 9,6 mil hectares plantados, produzindo aproximadamente 560 milhões de toneladas“, destaca Kawasse.

Em Israel a irrigação por gotejamento já é estruturada e compreendida pela população ” urbana e rural, devido a escassez hídrica do deserto há mais de 50 anos. No Brasil, o gotejamento começou em meados de 1995 e está sendo difundida. Só em 2015, a Netafim já cresceu aproximadamente 15% a mais que o ano anterior.

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo website: www.irrigacana.com.br e/ou pelo telefone: (16) 3602-0900.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Azospirillum e suas vantagens para a cana-de-açúcar

AutoresMônica Bartira da Silva monica.bartira@gmail.com Luan Fernando Ormond S. Rodrigues Engenheiros agrônomos e doutores em Agronomia Alexandre Rodrigues Mansano Biólogo e mestre em...

Nitrogênio com vinhaça proporciona alta produtividade na cana

Luiz Antonio Paiva La Paiva - Assessoria e Consultoria em Agronegócio Ltda lapaiva@live.com A vinhaça concentrada, além de fornecer todo o potássio necessário, com menor teor de...

Os nutrientes e ácidos húmicos essenciais à cana

Sandro Roberto Brancalião PhD. em Agronomia e pesquisador do IAC brancaliao@iac.sp.gov.br A combinação de fertilizantes fluidos especiais para o tratamento nutricional da cana-de-açúcar tem sido apontada por...

Alta tecnologia exige híbrido de milho resistente ao acamamento

Os altos rendimentos de milho obtidos recentemente devem-se ao uso de alta tecnologia, que envolve uma série de fatores. Dentre esses, está o uso de cultivares modernas de alto nível de produtividade, aliado a várias características da planta, como a resistência a acamamento e quebramento de colmo. Perdas decorrentes de acamamento e quebramento do colmo são bastante variáveis a cada safra. Estudos correlacionando as características com a produtividade de grãos estimam que essas perdas variam entre 5% e 20% a cada ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!