25.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesNova tecnologia permite detectar doença Giberela antes do plantio do trigo

Nova tecnologia permite detectar doença Giberela antes do plantio do trigo

Inovação identifica DNA no solo, possibilitando antecipadamente manejos específicos, controle biológico, escolha do talhão a ser plantado, escolha de variedades resistentes e a aplicação de fungicidas

Tiago Jarek, especialista em Fitopatologia da GoSolos/Divulgação

A Giberela, uma das doenças mais preocupantes na cultura do trigo, tem sido uma fonte constante de perda de produtividade e preocupação para os agricultores, especialmente no sul do país, principal região produtora do cereal. A GoSolos, startup de inteligência genética de solo, anunciou um avanço significativo no combate a essa doença, trazendo esperança para os agricultores prestes a iniciarem o plantio de inverno.

A detecção precoce da presença do fungo Gibberella spp., causador da Giberela, é agora uma realidade graças aos avanços na tecnologia de análise metagenômica. Esta técnica revolucionária permite aos agricultores identificarem o DNA do fungo no solo antes mesmo do plantio, possibilitando a correlação da presença do fungo com o restante da microbiota da área.

Tiago Jarek, especialista em Fitopatologia da GoSolos, destaca a importância da análise metagenômica como uma nova ferramenta oferecida aos agricultores, que possibilita a implementação de estratégias de manejo antecipadamente.

“Além de ajudar a prevenir a propagação da doença, a detecção precoce da Giberela possibilita a implementação de medidas proativas para proteger a lavoura. Estratégias como escolha de insumos e bioinsumos específicos para o controle, além de variedades resistentes podem ser adotadas com base nas informações obtidas, reduzindo os riscos de perdas significativas de colheitas e promovendo práticas agrícolas mais sustentáveis. A mesma análise ainda possibilita verificar o estado de saúde do solo, definida pela presença de microrganismos benéficos e que atualmente as pesquisas mostram ser uma das principais ferramentas no manejo de doenças”, explica.

Giberela prospera em condições específicas de clima, com temperaturas entre 24°C e 30°C e alta umidade relativa do ar, frequentemente acompanhadas por chuvas consecutivas. Esses elementos são catalisadores para o desenvolvimento da doença, elevando o risco de epidemias e ampliando sua disseminação. Os sintomas da Giberela incluem “aristas arrepiadas” e despigmentação das espiguetas, resultando em perdas significativas na produtividade da lavoura. A grande problemática dessa doença é que os sintomas aparecem apenas no final do ciclo, até o momento não era possível detecta-la antes dos sintomas, quando não há mais nada a se fazer.

No Brasil, onde a Giberela já causou perdas superiores a 60% em áreas extremamente afetadas, a detecção precoce e as medidas de manejo adequadas são essenciais para proteger a produção de trigo. Com o anúncio da Plataforma GoSolos, os agricultores têm agora uma ferramenta crucial para enfrentar essa ameaça, trazendo esperança para a indústria do trigo e promovendo uma agricultura mais resiliente e sustentável.

ARTIGOS RELACIONADOS

Compactação do solo contribui para perda de produtividade nas lavouras

  Instrumentos de medição utilizados na Agricultura de Precisão ajudam a conhecer a condição física da área   A compactação do solo é um dos principais motivos...

Chegou a vez das mulheres do agro

AutoresCristina Arzabe Mestre e doutora em Zoologia e Pesquisadora da Embrapa cristina.arzabe@embrapa.br Vera Lucia de Oliveira Daller Coordenadora de Cooperativismo do...

Trigo paulista pode atingir 400 mil toneladas em 2022

Panorama foi traçado pelo setor durante reunião da Câmara Setorial do Trigo, em Capão Bonito (SP).

Volume de trigo colhido no estado de São Paulo aumenta 200% em quatro anos

Durante reunião da Câmara Setorial do Trigo, realizada nesta quarta-feira (08/03) no Instituto de Agronomia de Campinas (IAC), no interior paulista, foram apresentados dados...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!