23.3 C
São Paulo
segunda-feira, julho 4, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Mercado Nova variedade de cenoura híbrida

Nova variedade de cenoura híbrida

Seminis lança nova variedade de cenoura híbrida

Cenoura Seminis II - Crédito divulgação
A Seminis, que comercializa três outras variedades no Brasil, é líder no mercado nacional de cenouras de verão – Crédito divulgação

Cenoura Seminis - Crédito divulgação
A EX4098 foi obtida por meio de melhoramento genético convencional, que usa seleção e cruzamentos para obter híbridos de alta produtividade – Crédito divulgação

A Seminis, divisão de hortaliças da Monsanto, lança no Brasil a cenoura EX4098, que apresenta como diferenciais para a produção agrícola resistência às principais doenças foliares comuns no verão (Ad, Cc e Xhc), melhor padrão de classificação devido a qualidade das raízes e adaptação à colheita mecânica. Para os consumidores finais, o produto apresenta uma excelente uniformidade, além de características como formato cilíndrico, boa coloração interna e externa e casca lisa. A EX4098 foi obtida por meio de melhoramento genético convencional, que usa seleção e cruzamentos para obter híbridos de alta  produtividade. A técnica permite hortaliças resistentes à pragas e doenças, além de alimentos com maior valor nutricional.

Cenoura Seminis I - Crédito divulgação
As safras testes apontaram 2500 caixas de 20 Kg na safra, considerado um bom rendimento, levando em conta a média de produtividade obtida nas principais regiões produtoras do Brasil – Crédito divulgação

O novo híbrido possui um incremento de produtividade de até 25% quando comparado às variedades tradicionais. Este percentual pode variar de acordo com a época do ano, região produtora e nível de tecnologia aplicada ao cultivo. As safras testes apontaram 2500 caixas de 20 Kg na safra, considerado um bom rendimento, levando em conta a média de produtividade obtida nas principais regiões produtoras do Brasil: Cerrado de Minas Gerais (triângulo Mineiro e Alto Paranaíba), Cerrado de Goiás (próximo ao DF), São José do Rio Pardo, SP, Oeste do PR, Serra Gaúcha e Irecê, na Bahia.

O plantio da raiz é semanal e o ciclo é de 90 a 110 dias após a semeadura. “Embora o período chuvoso e quente do verão ofereça condições ideais para o desenvolvimento de doenças foliares, a variedade foi desenvolvida para resistir a estas adversidades“, explica Fernando Guimarães, líder de negócios de hortaliças no Brasil. A semente já está sendo comercializada nos mais diversos Estados e, de acordo com o profissional, as vendas já têm superado as expectativas da empresa, pois podem ser plantadas em qualquer região do País.

O produto foi desenvolvido pelo programa brasileiro da Seminis de melhoramento de cenouras tropicais. A marca, que possui duas estações de pesquisa no País, em parceria com outros centros de estudos nacionais e internacionais, desenvolve novas cultivares totalmente dedicadas ao Brasil. Essas estações apresentam características de clima e solo distintas, o que favorece o melhoramento genético para obtenção de produtos mais versáteis e adaptados à realidade brasileira. “Além de cenoura, outras atividades de pesquisa e desenvolvimento também lizadas em importantes cultivos, como tomate, alface, couve-flor, cebola e melão“, detalha Guimarães.

Cenoura Seminis IV - Crédito divulgação
A cenoura é a quarta hortaliça mais consumida em São Paulo – Crédito divulgação

O mercado de sementes de cenoura representa aproximadamente 10% do mercado total no Brasil, com produção estimada em 6 milhões de toneladas. Mais de 82 mil toneladas do produto são vendidas anualmente no ETSP – Entreposto Terminal de São Paulo da CEAGESP. A sua frente, no volume de vendas, estão o tomate, batata e alface. Em valor, sobe para o terceiro lugar, com faturamento anual superior a R$ 24 milhões.

Inicio Mercado Nova variedade de cenoura híbrida