14.3 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasNovo fertilizante à base de enxofre fortalece e aumenta a produtividade das...

Novo fertilizante à base de enxofre fortalece e aumenta a produtividade das culturas

imagem_release_394659

Produto desenvolvido pelo Grupo Bio Soja é a fonte adequada de fornecimento de enxofre para melhor desenvolvimento das plantas

Os produtores rurais já podem encontrar no mercado o NHT® Super S, a solução adequada para suprir a falta de enxofre nas culturas e garantir bom desenvolvimento das plantas. Desenvolvido pelo Grupo Bio Soja, o novo fertilizante fluido possui alto teor de enxofre, aumentando a produtividade e favorecendo o crescimento e frutificação das lavouras.

O enxofre é um elemento fundamental na produção dos reguladores de crescimento das plantações e pouco utilizado nos programas nutricionais das culturas brasileiras, comprometendo a produtividade. “Por ser transformado pelos microrganismos é muito difícil manter o enxofre na camada superficial do solo em quantidade suficiente para atender às necessidades das plantas, sendo necessária uma reposição anual para manter o potencial produtivo do solo“, explica José Roberto de Castro, diretor de marketing e desenvolvimento do Grupo Bio Soja.

Godofredo Vitti*, Professor Doutor da ESALQ “USP, especialista em solo e nutrição de plantas, explica que o enxofre é essencial para a agricultura e em solos pobres desse elemento, como no caso do Brasil, é muito importante o fornecimento desse nutriente. O baixo teor do enxofre no solo, na nutrição da planta, traz menor produtividade, menor qualidade e menor resistência a fatores adversos, sejam bióticos ou abióticos.

Ele explica que o enxofre se encontra nas plantas formando substâncias determinantes de qualidade e desempenhando funções vitais, sobretudo, no metabolismo das proteínas e nas reações enzimáticas. Participa na formação de alguns aminoácidos (cisteína, cistina, metionina, taurina) e, devido a isso, está presente em todas as proteínas vegetais. Deve-se ressaltar que os aminoácidos metionina e cistina são essenciais, ou seja, somente sintetizados pela planta, e a falta deles na nutrição humana e animal ocasiona danos irreversíveis à saúde, como escorbuto, hemorragias, não retenção do feto e cegueira noturna.  O elemento permite que o produtor potencialize ao máximo a adubação mineral, pois está ligado diretamente  à fixação do nitrogênio do ar atmosférico e à incorporação (metabolização) do nitrogênio mineral em compostos orgânicos, por exemplo.  Além disso, o enxofre é responsável pelo sabor, a pungências e o aroma às plantas ” frutas, hortaliças, legumes etc.

O NHT® Super S é um produto líquido e deve ser utilizado para a pulverização das lavouras em pré-plantio e jato dirigido nos sulcos. Diferente dos outros produtos disponíveis no mercado, o NHT® Super S possui partículas muito pequenas, o que permite a oxidação gradual pelas bactérias, oferendo a suplementação adequada para as plantas.

Publicações do agrônomo, pesquisador e professor Eurípedes Malavolta* indicam que a utilização do enxofre em culturas de algodão apontou aumento de 37% na produtividade, 41% na cultura do café, 28% no feijão, 26% no trigo, 24% na soja, 21% no milho, 18% em citros, 16% no arroz e 11% na cana-de-açúcar. O produto também é recomendado para outras espécies, como hortaliças, cereais e leguminosas, por exemplo.

 

Culturas

Aumento na produtividade (%)

com o uso do Enxofre

Café

41

Algodão

37

Feijão

28

Trigo

26

Soja

24

Milho

21

Citros

18

Arroz

16

Cana-de-açúcar

11

Sorgo

10

Fonte: Malavolta 2003

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Oscar do café da Região do Cerrado

Evento de premiação também teve leilão solidário, que arrecadou mais de R$ 240 mil, e saca de café vendida por R$ 68 mil

Cientistas desenvolvem sementes de arroz transgênico com anticorpo anti-HIV

Mais de 35 milhões de pessoas em todo o mundo vivem atualmente com o HIV/Aids, segundo dados do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre...

Abertas as inscrições para o Coffee of the Year 2017

  Vencedor do concurso de cafés especiais do Brasil será conhecido na Semana Internacional do Café. Produtores têm até o dia 20 de setembro para...

Qual a relação entre ácidos húmicos e o déficit hídrico?

Atualmente, a cafeicultura vem passando por momentos atípicos diante das mudanças climáticas, como: verões mais rigorosos, estiagem, frio intenso, sendo a estiagem a mais crucial. Os ácidos húmicos têm sido propostos como solução.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!