24.6 C
Uberlândia
segunda-feira, junho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioLançamentosNovo inseticida para lagartas

Novo inseticida para lagartas

Lagarta beauveria atacada por fungo – Crédito Vanda Pietrowski

A companhia de origem ítalo-japonesa Sipcam Nichino Brasil celebra o desempenho de seu recém-lançado inseticida Takumi® nas lavouras de soja e milho. Em sua primeira safra comercial, observa a empresa, o novo produto, de ação rápida e efeito residual prolongado, recomendado para lagartas de difícil controle, confirma os resultados favoráveis e diferenciais tecnológicos avaliados nos experimentos da etapa de pré-lançamento.

Conforme a engenheira agrônoma Carulina Oliveira, gerente de produto da Sipcam Nichino, na fase anterior ao lançamento do inseticida, sobretudo entre 2018 e 2019, mais de 200 campos demonstrativos foram montados na fronteira agrícola nacional, com acompanhamento de várias consultorias de renome, como a Fundação MS e a Fundação MT.

De acordo com Carulina, em lavouras de milho, a ação de Takumi® na safra 2020-21 tem reduzido entre 75% e 100% a população da Spodoptera frugiperda, de dois dias a 14 dias depois da aplicação. Já na soja, acrescenta a agrônoma, o produto revela desempenho idêntico no controle da Spodoptera eridania, com eficácia na faixa de 73% a 100%, considerando o mesmo período após aplicado.

Além das espécies Spodoptera frugiperda e Spodoptera eridania, a agrônoma da Sipcam Nichino destaca que o novo Takumi® vem comprovando ao produtor de soja e milho ser “altamente eficaz” no manejo de lagarta-das-maçãs (Heliotis virescens), lagarta-militar (Spodoptera sp), Helicoverpa armigera e falsa-medideira (Chrysodeixis includens).

Para Carulina Oliveira, os dados parciais de desempenho de Takumi® da safra 2020-21 devem ser atribuídos, principalmente, à tecnologia de ponta que caracteriza a molécula Flubendiamida 222, desenvolvida pela Nichino no Japão, que constitui a base da formulação do produto. Ela enfatiza também que o inseticida Takumi® cessa rapidamente a alimentação e ocasiona a morte de lagartas.

Ainda segundo Carulina Oliveira, o inseticida Takumi® age por contato ou por ingestão e apresenta seletividade aos inimigos naturais das pragas-alvo, favorecendo a adoção do manejo integrado de pragas ou MIP. Outro diferencial do inseticida, destaca ela, está na formulação suspensão concentrada (SC), considerada inovadora no segmento de mercado de Takumi®.

Criada em 1979, a Sipcam Nichino resulta da união entre a italiana Sipcam, fundada em 1946, especialista em agroquímicos pós-patentes e a japonesa Nihon Nohyaku (Nichino). A Nichino tornou-se a primeira companhia de agroquímicos do Japão, em 1928, e desde sua chegada ao mercado atua centrada na inovação e no desenvolvimento de novas moléculas para proteção de cultivos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Milho ainda depende de clima para concretizar produção

Pelo quarto mês consecutivo, a StoneX reduziu sua estimativa de produção para a primeira safra ...

Controle biológico da lagarta-do-cartucho se mostra eficiente

  Fernando Hercos Valicente Pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo fernando.valicente@embrapa.br A área cultivada com milho no Brasil está em torno de 16 milhões de hectares, e o...

Manejo e monitoramento para controle da lagarta

A estiagem prolongada e a demora da chegada do frio neste inverno aumentaram a pressão de lagartas nas lavouras de trigo nas regiões das Missões e...

Escolha da semente de soja correta

Solange Maria Bonaldo Engenheira agrônoma, mestre e doutora em Agronomia e professora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) - campus Sinop sbonaldo@ufmt.br Matheus Bellei Graduando em Agronomia...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!