23.7 C
Uberlândia
quinta-feira, fevereiro 29, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosHortifrútiNovos híbridos de pimentão e técnicas de cultivo

Novos híbridos de pimentão e técnicas de cultivo

Autor

Givago Coutinho Doutor em Fruticultura e professor efetivo do Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado)givago_agro@hotmail.com

Pimentão – Crédito: Miriam Lins

Originário do Sul do México e América Central, o pimentão (Capsicum annum)  pertence à família Solanaceae. Esta família possui aproximadamente 150 gêneros e 3.000 espécies de vegetais, estando entre famílias mais diversificadas de angiospermas eudicotiledôneas.

Rico em vitamina C, o pimentão está entre as hortaliças mais ricas nesta vitamina, além de ser uma excelente fonte de vitamina A quando maduro. Hortaliça pouco calórica é também fonte de cálcio, fósforo e ferro.

Planta típica de verão, o pimentão atualmente pode ser produzido no inverno, sendo neste caso feito cultivo protegido em estufa. Além disso, o desenvolvimento de híbridos modernos proporcionou a oferta de pimentões em praticamente qualquer época do ano.

Assim, antes da implantação da horta, o produtor deve conhecer bem o mercado e as características do local de produção visando acertar na escolha da variedade, e assim ser bem sucedido na atividade.

Técnicas de cultivo

Do ponto de vista botânico, o fruto do pimentão é uma baga que pode apresentar forma, tamanho e cor variáveis. Atualmente, é possível encontrar disponíveis no mercado diversos híbridos de pimentão, assim podem ser encontrados, basicamente, três tipos de formatos diferentes de frutos, podendo ser quadrado, retangular ou cônico.

Já em relação à coloração, quando imaturos são verdes, tornando-se vermelhos, amarelos ou alaranjados ao amadurecer, o que varia com a variedade em questão. Os pimentões de coloração roxa e creme apresentam esta cor desde o início de formação, não passando pela coloração verde, como os demais.

Com base nas opções disponíveis, a escolha do material a ser utilizado deve ter por direcionamento o mercado consumidor. Com relação ao formato, o cônico tradicional continua sendo o mais cultivado, sendo também crescente a busca por frutos de formato retangular e quadrado, sendo este último muito apreciado em pratos que exigem o mínimo de processamento.

Em campo

Outro critério a ser observado na escolha do híbrido é o ambiente de cultivo, pois os diferentes híbridos ou os materiais genéticos têm respostas adaptativas diferentes no sistema de produção em ambiente protegido e/ou a céu aberto.

Em cultivo protegido  pode-se ter maior controle ambiental, assim, neste caso, podem ser utilizados materiais ou híbridos mais sensíveis. Híbridos com frutos coloridos são os preferidos neste caso, pois apresentam alto valor agregado.

[rml_read_more]

Em relação ao cultivo a céu aberto, a resistência do híbrido é preconizada, evitando-se aqueles que apresentam maior sensibilidade a condições extremas de temperatura e de umidade, que podem causar problemas como a queda de flores e diminuição da produção, sendo empregados, neste caso, híbridos ou materiais genéticos mais resistentes a essas condições.

Cuidados

Exigente em temperatura, o pimentão requer temperatura variando entre 18 e 23°C para o bom desenvolvimento, sendo a temperatura próxima a 23°C a mais indicada para o crescimento durante o período vegetativo.

Durante o desenvolvimento dos frutos, o ideal são temperaturas próximas a 21°C, pois abaixo de 18°C ocorre diminuição do crescimento da planta e sob temperaturas elevadas, pode ocorrer excesso de vegetação da planta, o que diminui a produção, além de causar abortamento de flores e de frutos pequenos durante o período reprodutivo.

Assim, vale ressaltar que a escolha deve-se basear também na adaptação da cultivar ao clima do local de cultivo, sempre se optando pelo híbrido que seja adequado ao clima local.

ARTIGOS RELACIONADOS

Ciência por trás do tomate

11 curiosidades do tomate que está na sua salada e você não sabia: 1) O tomate é rico em licopeno, um agente antioxidante e anticancerígeno...

BASF lança herbicida Luximo®

Pesquisadores da BASF desenvolveram o herbicida Luximo®, com novo mecanismo de ação no controle de plantas daninhas.

Brachiária reduz temperatura de solo na acerola

O País é, atualmente, o maior produtor, exportador e consumidor de acerola. A maior produção está no Nordeste, com liderança de Pernambuco.

Goiaba: R$ 800 milhões por ano no Brasil

O Brasil é líder mundial em produção de goiaba vermelha. Já a goiaba branca é mais produzida na Índia. São Paulo, Pernambuco e Rio de Janeiro concentram 80% do total

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!