Nutrição foliar

0
29

Fabio Olivieri de NobileDoutor e professor – Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (Unifeb)fabio.nobile@unifeb.edu.br

Maria Gabriela AnunciaçãoGraduanda em Engenharia Agronômica – Unifeb

Nutrição foliar – Crédito: Luciano Barreto Dosualdo

Atualmente, é aceito que a vida vegetal teve seu início na água. Neste habitat, onde hoje vive ainda a maioria dos vegetais, as plantas tinham à sua disposição todos os fatores necessários. Com a adaptação das plantas fora da água, por meio da evolução, as partes da planta se especializaram e passaram a executar determinadas funções.

As raízes se especializaram em fixação e absorção de nutrientes, as folhas em fotossíntese e respiração e o caule em transporte de solutos, ligando as raízes às folhas. Entretanto, as partes aéreas não perderam a capacidade de absorver nutrientes.

O contato entre o nutriente e a folha é feito por meio da adubação foliar, principalmente. Na adubação foliar, aplicam-se os nutrientes em solução aquosa, e estes necessitam entrar na célula para aí desempenharem suas funções.

Objetivo

O propósito da nutrição foliar é fornecer nutrientes de fácil absorção para as plantas, corrigindo imediatamente as deficiências de nutrientes como um suplemento à fertilização através do solo.

Nesse tipo de adubação, são utilizados principalmente os micronutrientes, pois o teor desses elementos no solo é pequeno, além da eficiência no fornecimento de certos micronutrientes, pelo solo, não ser tão alta quando comparada à aplicação via folhas.

Benefícios

Fertilizantes foliares são, de longe, o mais efetivo sistema de aplicar micronutrientes ou pequenas quantidades de nutrientes como suplementos dos elementos mais importantes. Trazem como benefícios o uso de menores doses, quando comparadas a aplicações via solo; fácil uniformização e distribuição; rápida resposta de absorção; correção de deficiências nutricionais no mesmo ciclo da cultura, transporte e armazenamento mais fáceis dos produtos; possibilidade de ser aplicado com outros defensivos agrícolas

Isso não significa que o uso de fertilizantes foliares substitui o uso de fertilizantes sólidos, mas o uso de fertilizantes foliares mostrou incrementar a disponibilidade dos elementos principais utilizados na sua forma sólida.

Recomendações

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.