23.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 6, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Florestas Nutrição foliar - Correção imediata das deficiências

Nutrição foliar – Correção imediata das deficiências

Autora

Camila Leite Santos
Graduanda em Engenharia Florestal na Universidade Federal de Lavras (UFLA)
camila_leite96@hotmail.com

A nutrição foliar visa fornecer nutrientes às plantas de forma prontamente absorvível, sendo que a correção imediata das deficiências é o objetivo principal, além de ser uma técnica complementar a adubação via solo, o que favorece o fornecimento adequado de nutrientes para potencializar a produção, promovendo rápida absorção e maior aproveitamento do adubo aplicado.

Neste tipo de adubação são utilizados macro e micronutrientes, permitindo a suplementação da planta em suas diferentes fases de desenvolvimento.

Por onde começar

A nutrição foliar pode ocorrer em diversas fases, sendo classificada como nutrição foliar preventiva, corretiva quando se identifica deficiência nutricional, substitutiva utilizada mais comumente para micronutrientes, complementar quando é aplicada junto à adubação via solo e estimulante da adubação foliar sobre a adubação radicular.

Culturas beneficiadas

Espécies do gênero Eucalyptus vêm sendo beneficiadas pela nutrição foliar, assim como o cafeeiro (Coffea sp.). A capacidade de absorção foliar pode ser diminuída ou aumentada, pela influência de fatores externos e internos.

Os principais fatores externos são temperatura, luz, vento e umidade relativa do ar. Já os principais fatores internos são umidade da cutícula, idade e superfície foliar, além do estado nutricional da planta.

Vale ressaltar que a adubação foliar não deve substituir a nutrição via solo, além de que a dosagem recomendada para cada espécie deve ser recomendada por análises químicas do solo ou dos tecidos vegetais, diagnóstico de sintomas visuais de deficiência nutricional.

Inicio Revistas Florestas Nutrição foliar - Correção imediata das deficiências