22.8 C
Uberlândia
quarta-feira, julho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiO selo brasileiro da conformidade orgânica

O selo brasileiro da conformidade orgânica

Créditos Shutterstock
Créditos Shutterstock

A legislação brasileira determina que todos os produtos orgânicos oferecidos ao mercado apresentem o selo brasileiro da conformidade orgânica. É a segurança para o consumidor desses produtos de que tenham sido neles empregados somente insumos, serviços e práticas aprovados por nossa legislação específica para o setor de orgânicos.

Para sementes, insumo vital para a produção agrícola, não é diferente. Independentemente do local em que tenham sido produzidas, para a sua comercialização como orgânicas no território brasileiro, é necessário que a sua produção tenha seguido rigorosamente as leis brasileiras da produção orgânica.

Agricultura orgânica tem muito a oferecer à convencional

 

A Bejo Sementes, empresa de origem holandesa, instalada no Brasil desde 2001, vem se destacando na busca da certificação de suas sementes orgânicas de hortaliças para nosso mercado.

De acordo com Paulo Christians, diretor da Bejo no Brasil e coordenador do comitê de mudas e sementes orgânicas da ABCSEM, Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas, há mais de vinte anos a Bejo internacional se dedica ao mercado orgânico desenvolvendo cultivares adaptadas a esse manejo. “Sempre acreditamos que a agricultura orgânica tem muito a oferecer à agricultura convencional em termos de métodos de cultivos menos agressivos ao meioambiente e ao produtor rural, além de oferecer ao consumidor alimentos mais seguros“, ressalta Christians.

Hoje a Bejo oferece globalmente mais de 150 cultivares orgânicas de mais de 40 culturas diferentes, sendo líder mundial em sementes orgânicas de culturas bianuais, como cenouras, cebolas e beterrabas.

Com a chegada de suas primeiras sementes orgânicas ao Brasil, inicia-se a tão importante fase de adaptação e seleção das cultivares às condições do manejo orgânico sob as nossas condições climáticas. “E agora que obtivemos a certificação para as nossas sementes, poderemos submetê-las a ensaios de campo junto a produtores rurais orgânicos. Esses terão a oportunidade de escolher as cultivares que melhor se adaptam às suas condições, independentemente de sua disponibilidade para a horticultura tradicional ou convencional“, completa o diretor.

A beterraba da Bejo Sementes agora está disponível na forma orgânica - Créditos Shutterstock
A beterraba da Bejo Sementes agora está disponível na forma orgânica – Créditos Shutterstock

Certificação

A certificação das sementes orgânicas da Bejo vem ocorrendo por auditoria em diversas de suas unidades de produção ao redor do mundo, além de sua unidade de beneficiamento na Holanda.

São certificadoras credenciadas junto ao Ministério da Agricultura do Brasil que fazem a auditoria, de acordo com a legislação brasileira, nessas unidades de produção e beneficiamento. Assim como acontece com as suas sementes convencionais, a produção dessas sementes orgânicas é realizada nas regiões mais propícias à produção de sementes de alta qualidade.

Para as sementes orgânicas, a produção ocorre em propriedades certificadas como orgânicas que, novamente, devem atender às exigências brasileiras da produção orgânica.

Orgulho de ser brasileiro

“Muito nos orgulhamos de ter obtido em dezembro de 2016 o selo brasileiro da conformidade orgânica. Com este selo oferecemos ao produtor orgânico brasileiro a possibilidade de ser orgânico desde o princípio“, completa Paulo Christians.

Ele lembra que a legislação brasileira para a produção orgânica determina o uso das sementes e mudas orgânicas, e que isto se torna possível com a disponibilização de sementes de qualidade, adaptadas às diferentes situações de nossos produtores.

A oferta dessas sementes orgânicas ao mercado brasileiro se dará à medida que os campos auditados forem produzindo suas sementes e de acordo com os resultados de um extenso programa de desenvolvimento de produtos sob o manejo orgânico no Brasil.

O comércio eletrônico de sementes orgânicas

A Bejo anuncia o lançamento de sua loja virtual, acessível pelo site www.bejo.com.br, para atendimento ao produtor orgânico. Este será um canal exclusivo para atendimento ao produtor orgânico interessado em adequar-se à legislação brasileira da produção orgânica. Essa loja virtual atenderá exclusivamente aos produtores rurais interessados no sistema orgânico.

Inicialmente, informa o representante da Bejo, a disponibilidade de sementes orgânicas será limitada, devido aos trâmites de implantação de todo o processo de auditoria nas produções. Portanto, se oferecerá ao produtor orgânico brasileiro também sementes sem tratamento químico (STQ). São sementes que durante o seu beneficiamento não foram submetidas a nenhum tratamento não autorizado pela legislação brasileira da conformidade orgânica.

Na Bejo, ainda de acordo com seu diretor, uma semente sem tratamento químico (STQ) destinada ao produtor orgânico é muito mais que uma semente à qual simplesmente não se aplicou algum produto químico durante o seu beneficiamento.

Em seu beneficiamento se substituem tratamentos químicos por outros, físicos, autorizados pela legislação brasileira da produção orgânica. Também essas sementes sem tratamento químico (STQ) estarão disponíveis ao produtor orgânico exclusivamente via loja virtual.

Com esta iniciativa, a Bejo está oferecendo uma grande contribuição ao mercado brasileiro de hortaliças orgânicas, permitindo que todo o setor seja orgânico desde o princípio.

“É com a mesma qualidade consagrada da Bejo para o mercado convencional que continuaremos a atender por meio de nossos tradicionais parceiros comerciais, com o mesmo comprometimento de sempre, e agora estará disponível também para o setor orgânico. Cremos que o lançamento de nossa loja virtual inaugurará uma nova era na horticultura brasileira. Temos muito orgulho em fazer parte desta história“, finaliza Christians.

Essa matéria você encontra na edição de junho 2017 da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Profissionalismo na classificação das batatas

  A importância de classificar as batatas se dá pela exigência do mercado brasileiro em qualidade e tamanho dos tubérculos, além do seu aspecto visual   Existem...

Boro via solo ou foliar?

Letícia Galhardo Jorge Bióloga e mestranda em Botânica - IBB/UNESP, campus de Botucatu (SP) leticia_1307@hotmail.com Bruno Novaes Menezes Martins Engenheiro agrônomo e doutorando em Agronomia (Horticultura) - FCA/UNESP,...

Tecnologias IHARA para proteção de cultivos serão destaque no 3º UVA TEC

Empresa apresenta o fungicida TOTALIT, o inseticida ELEITTO e o fungicida biológico ECO-SHOT em evento focado na cultura da uva     A IHARA, empresa especializada em...

Sevin 480 SC retorna ao mercado

  Há mais de 10 anos a Cross Link participa da Hortitec, condição fundamental para a interação com clientes e prospects. Na ocasião, será apresentada...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!