23.3 C
São Paulo
sexta-feira, julho 1, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Oito dicas sobre como retirar amostra de solo

Oito dicas sobre como retirar amostra de solo

 

Como retirar amostra do solo -  Crédito Alexandre Puglisi
Como retirar amostra do solo – Crédito Alexandre Puglisi

A análise de amostra de solo é necessária para se realizar uma adequada recomendação de calagem e adubação, objetivando-se atingir altas produtividades e reduzir custos das lavouras.

Recomendações inadequadas de corretivos e fertilizantes provocam prejuízos pela compra de insumos em excesso até perdas de produtividades das culturas, devido à sub ou superestimação de calcário e fertilizante. Devido a essa grande importância, seguem oito cuidados que devem ser levados em consideração para realizar uma boa amostragem do solo.

1) A coleta de amostra de solo deve ser realizada logo após a colheita: é mais fácil coletar a amostra, já que o solo estará mais úmido; os resultados são mais rápidos, pois os laboratórios estão com menor volume de serviço; há maior facilidade para negociação da compra e transporte do calcário; haverá mais tempo para recobrir o solo e para o calcário reagir e corrigir a acidez do solo; e a compra de fertilizante poderá ser planejada em momentos estratégicos;

2) Divisão das áreas em glebas homogêneas: constituída de um mesmo tipo de solo, em uma mesma posição topográfica, com drenagem semelhante e mesmo histórico de adubação, calagem, sistema de cultivo e culturas. Áreas com as mesmas culturas, mas com produtividades inferiores, como manchas de solo, devem ser separadas;

3) Coletar 15 a 30 amostras simples por gleba homogênea, as quais devem ser distribuídas uniformemente em toda a gleba. Caminhar ziguezagueando na gleba;

4) A profundidade da coleta de amostra deve ser definida de acordo com a cultura a ser implantada e sistema de semeadura;

5) Limpar cada local removendo a vegetação, folhas e pedras. Não tirar amostras de solo de locais com decomposição de fezes, depósitos de calcário, com presença de palhas, locais a menos de dois metros de cercas, estradas e linha de plantio;

6) Caso o solo esteja muito úmido, deixar a amostra secar a sombra;

7) As amostras simples devem ser bem homogeneizadas para que seja coletada uma amostra composta de aproximadamente 500 gramas. A amostra composta deve ser enviada ao laboratório em saco limpo;

8) Ao finalizar as coletas, identificar as amostras corretamente com os nomes das glebas e enviar imediatamente para laboratórios com boas referências.

Essa matéria você encontra na edição de julho da Revista Campo & Negócios Grãos. Adquira o seu exemplar.

 

Inicio Revistas Grãos Oito dicas sobre como retirar amostra de solo