14.3 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosOrganominerais de origem mineral x vegetal

Organominerais de origem mineral x vegetal

Vinicius William Borges Rodrigues

Engenheiro Agrônomo

 Crédito Saulo Alves
Crédito Saulo Alves

Fertilizantes organominerais produzidos a partir de matéria orgânica de matriz animal possuem desvantagens quando comparados aos fabricados com matriz vegetal. Dentre as principais desvantagens podemos citar o custo elevado dos materiais tradicionalmente utilizados (cama de aviário e esterco bovino), alto índice de contaminação química e biológica, que dificulta o processo de compostagem do material.

Além disso, o uso de compostos de matriz animal em grandes quantidades, tem alta capacidade de salinização, aumento de acidez e da compactação dos solos. É bastante comum a disseminação de plantas espontâneas, quando aplicados estercos contaminados com sementes de plantas indesejadas.

A grande vantagem de se utilizar materiais de origem vegetal reflete-se na melhor aplicabilidade e de se poder aproveitar resíduos da agroindústria, como torta de filtro, palha de milho, etc., dando destinação aos mesmos e tornando a atividade sustentável.

Essa matéria você encontra na edição de março 2018 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

Adubação verde combate os nematoides?

Autores Daniel Dalvan do Nascimento dalvan.nascimento@unesp.br Engenheiro Agrônomo e doutorando em Agronomia (Entomologia Agrícola) – Unesp/FCAV – Jaboticabal. Julio César Antunes Ferreira julio.cesar.antunes@homail.com Ana...

Tratamento de sementes do milho safrinha

Atualmente, em termos de inseticidas registrados para uso na cultura do milho, são mais de 250 opções. Para Paulo Afonso Viana, pesquisador da área...

Consorciação – Qual a ideal para a palhada?

Consorciação é a utilização de duas ou mais culturas de valor econômico ou não na lavoura. As plantas, após a colheita ou quando estão no seu máximo potencial vegetativo, sofrem a dessecação, para que possam servir de palhada para a cultura subsequente. Essa técnica funciona principalmente para regiões que possuem má distribuição de chuvas.

Manejo da dessecação na sojicultura

  Pedro José Nascimento Cintra pedro_nascimento.c@hotmail.com Pedro Menicucci Netto pedromenicucci2010@hotmail.com Graduandos em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras (UFLA), integrantes do Grupo de Estudos em Herbicidas, Plantas Daninhas...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!