23.3 C
São Paulo
terça-feira, julho 5, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Organominerais reduzem custos com nutrição

Organominerais reduzem custos com nutrição

 

Diego Henriques Santos

Engenheiro agrônomo da CODASP – Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo

dihens@bol.com.br

Crédito Cristiano de Oliveira
Crédito Cristiano de Oliveira

A adubação organomineral é uma mistura de compostos orgânicos com a complementação de fontes minerais. Pela alta quantidade da matéria orgânica e minerais, as perdas dos nutrientes, como nitrogênio, potássio, fósforo ou ureia são praticamente reduzidas a zero.

Com o maior aproveitamento do adubo no solo, o organomineral faz com que o produtor possa usar de 35 a 40% menos das fontes de nutrientes, o que representa uma redução significativa dos gastos do produtor.

Os organominerais reduzem os custos da adubação, pois diminuem as perdas. A eficiência dos organominerais é maior em razão de os materiais orgânicos criarem uma proteção aos minerais, diminuindo perdas de nutrientes, como ocorre coma lixiviação do nitrogênio ou a fixação do fósforo, por exemplo.

O aproveitamento dos minerais também é melhor, já que o aumento do teor de matéria orgânica no solo irá proporcionar aumento da atividade microbiana, que irá agir na solubilização dos fertilizantes minerais, liberando nutrientes para as plantas.

Sabe-se, ainda, que os materiais orgânicos promovem uma melhoria das condições físicas, químicas e biológicas do solo, como aeração, retenção de umidade, aumento na capacidade de retenção de cátions, aumento da CTC do solo e do teor de fósforo, o que eleva a produtividade.

Além da economia imediata, o agricultor também irá reduzir seus custos com nutrição a longo prazo. Isso acontece porque a matéria orgânica contida no fertilizante organomineral é um condicionador do solo, jáque influi nas suas propriedades, e com o uso contínuo vai havendo a proliferação de microrganismos e a reestruturação do solo, que passaa absorver melhor os nutrientes aplicados. Com isso, ao longo dos anos de uso dos organominerais é possível ir aplicandouma quantidade menor do que estava sendo utilizada inicialmente.

Quando aplicar

Como regra geral, o adubo organomineral deve ser aplicado do mesmomodoque os adubos químicos, ou seja, se a recomendação for para distribuir o adubo mineral no fundo e ao longo do sulco de plantio, o mesmo procedimento será adotado para o aduboorganomineral.

Os resultados positivos dos organominerais são devido à matéria orgânica possuir importante papel na melhoria da fertilidade do solo e nas suas propriedades físicas, como a elevação da capacidade de retenção de água, redução da densidade aparente do solo e aumento da porosidade total do solo.

Favorece, também, a formação de agregados capazes de reduzir a erosão e aumentar a capacidade de absorção do solo. Aumenta, ainda, a capacidade de troca catiônica, os teores de nitrogênio, fósforo e enxofre, a partir da decomposição e da mineralização da matéria orgânica, e promove a redução da fixação do fósforo pelos óxidos de ferro e alumínio, bloqueando os sítios de fixação com os radicais orgânicos.

Com tantos benefícios advindos da elevação da quantidade de matéria orgânica do solo, a relação custo-benefício dos organominerais só podia ser positiva.

Essa matéria você encontra na edição de fevereiro 2016 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

 

Inicio Revistas Grãos Organominerais reduzem custos com nutrição