23.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 6, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Panorama nacional da produção de pitayas

Panorama nacional da produção de pitayas

Fruta exótica, a pitaya possui um alto valor agregado e pode render até 20 toneladas já na primeira colheita

Dejalmo Nolasco Prestes

Engenheiro agrônomo, pesquisador, professor – Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e consultor da Pitayas do Brasil

Crédito Pixabay

Também conhecida como fruta-dragão, por causa da sua aparência, a pitaya está ganhando popularidade no Brasil. Trata-se de um fruto de espécie variada de cactos epí­fitos que é conhecido, principalmente nos Estados Unidos, como ‘fruta dragão’ por conta do seu exterior escamado.

Nativa da América Central e do México, a pitaya vem sendo cultivada em Israel, na China e aqui no Brasil (mais comumente na região nordeste). Por ser cultivada só à noite, ela está no grupo de “flor da noite“, e sua polinização acontece por meio de insetos de hábitos noturnos.

A fruta tem um sabor muito doce e vem sendo utilizada na fabricação de cervejas; vinhos, sucos, chás (com as suas cascas) e,principalmente, doces e geleias. O sorvete da pitaya, por exemplo, além de ter um sabor atraente, ajuda a emagrecer e regula o funcionamento do intestino.

A pitaya, a nível de Brasil, vem se expandindo em todo o território, existindo dois polos bem definidos – Turvo (SC) e Tomé Açu (PA). São Paulo é o maior produtor, mas de forma pulverizada, assim como Minas Gerais, Paraná e outros Estados do Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

A pitaya está sendo plantada por pequenos e médios produtores e é entregue a mercados locais, em sua maioria.

Variedades e especificidades

A pitayavem se expandindo no Brasil – Crédito Jorge Luiz MassuloVolkweis

Existem quatroespéciesdepitaya, cada uma com sua especificidade. Atuam contra o colesterol, já que diminuem a quantidade deste na corrente sanguínea, e trabalham na diminuição da pressão arterial no organismo. Apresentam também forte presença de minerais e fibras que estimulam o bom funcionamento do intestino.

Hylocereusundatus-pitayavermelha e polpa branca

Crédito Pixabay

De casca vermelha e polpa branca, a Hylocereusundatus é uma espécie de pitaya pertencente ao gênero Hylocereus e família Cactaceae, nativa das florestas úmidas da América Latina e cultivada nos quatro continentes.

Foi adotada pela Ásia, desde Israel até a China, Vietnã, Indonésia eMalásia. Mantém hábito escandente ou trepador, podendo ser encontrada subindo em árvores ou rochas, no seu habitat natural, utilizando raízes aéreas para se fixar.

As pitayas são conhecidas na cultura asteca há longo tempo, nome que significa fruto de escamas, utilizado tanto para a planta como para o fruto de Hylocereusundatus (Haw.) Britton& Rose. É conhecida pelo mundo afora por diversos nomes, como dragonfruit, pitahaya e pitaya. Em outros locais sua flor é conhecida como rainha-da-noite.

Essa matéria completa você encontra na edição de dezembro  de 2018 da Revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira o seu exemplar para leitura completa.

Inicio Revistas Hortifrúti Panorama nacional da produção de pitayas