Parceria entre Fundecitrus e citricultores

0
21

Ao cederem áreas produtivas de suas propriedades para experimentos em campo, citricultores contribuem com a sanidade dos pomares e com a produção de conhecimento


O Fundecitrus é reconhecido como referência mundial no desenvolvimento de ciência para a citricultura, disseminando conhecimentos que auxiliam na sanidade dos pomares, com economia de recursos financeiros e preservação dos recursos ambientais. Para isso, é essencial a parceria entre a instituição e os citricultores que cedem áreas produtivas em suas fazendas para a realização de experimentos.


Atualmente, são aproximadamente 68 áreas experimentais, que ocupam mais de 390 hectares, distribuídas por cerca de 40 municípios dos estados de São Paulo e Minas Gerais. “A condução de experimentos aplicados em campo é uma característica muito marcante do Fundecitrus, o que agrega muito valor aos estudos e aos resultados gerados”, comenta o pesquisador do Fundecitrus Franklin Behlau.


As pesquisas desenvolvidas nas áreas experimentais permitem avanços no manejo das principais pragas e doenças dos citros. E os resultados são importantes para os próprios produtores, que também se beneficiam com as informações para o cuidado de seus pomares.
José Cláudio Ruiz, citricultor da cidade de Nova Aliança (SP), cedeu uma área de sua propriedade para estudos de controle do cancro cítrico e relata a importância dessa ação colaborativa para o desenvolvimento e futuro da citricultura. “Em 2019, tive a oportunidade de participar com a área experimental, onde foram aplicados diversos produtos para manejo do cancro cítrico, sob a liderança dos técnicos do Fundecitrus. A experiência foi muito boa, foi possível verificar quais dos produtos aplicados realmente tiveram eficiência no manejo da doença e pude contribuir para que a pesquisa fosse realizada”, explica Ruiz.


Essa participação dos citricultores é essencial pois, segundo o pesquisador do Fundecitrus Geraldo Silva Junior, “permite que os experimentos sejam realizados em um ambiente o mais próximo possível da realidade dos pomares comerciais. E essa colaboração também é importante e benéfica para o produtor, que, além de acompanhar os resultados em tempo real, está contribuindo com o desenvolvimento da citricultura por meio da geração de informações e tecnologia para todo o setor”.


Dessa forma, a ciência está presente, por meio do Fundecitrus, na rotina do produtor. Em 27 anos de pesquisa, com mais de 80 estudos em andamento, 400 publicações científicas e cerca de 70 mestres formados pelo MasterCitrus – Mestrado Profissional em Controle de Doenças e Pragas dos Citros, a instituição busca uma citricultura cada vez mais eficiente e sustentável.
Comunicação Fundecitrus

Citrus – Crédito: Shutterstock