Inicio Revistas Hortifrúti Pendoamento precoce exige variedades resistentes

Pendoamento precoce exige variedades resistentes

0
389

 

Luciana de Sousa Cassetari

Doutoranda em Agronomia/Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (MG)

luciana_agro@yahoo.com.br

Pendoamento precoce exige variedades precoces - Créditos Luciana Vilela Resende
Pendoamento precoce exige variedades precoces – Créditos Luciana Vilela Resende

Devido à alta perecibilidade e pouca resistência ao transporte, geralmente a alface é cultivada próximo dos centros urbanos. Além das doenças, uma das limitações ao cultivo dessa hortaliça em regiões tropicais são as elevadas temperaturas. Caracteriza-se uma espécie de clima temperado, sendo a temperatura o fator ambiental que mais influencia na formação de folhas e de cabeças de qualidade.

O ambiente, juntamente com o componente genético, são os grandes responsáveis pelas mudanças fisiológicas e morfológicas das plantas, como crescimento, floração e senescência. Os fatores climáticos podem interferir de forma favorável ou desfavorável na produção de hortaliças, pois a intensidade luminosa afeta no desenvolvimento das plantas.

Entretanto, quando conduzidas dentro de uma variação ótima de luz, dentre outros fatores positivos, a fotossíntese é elevada e a quantidade de matéria seca acumulada é alta. Quando exposta a condições de estresse, como em altas temperaturas, a alface tende a reduzir seu ciclo, comprometendo a produção e tornando as folhas mais rígidas

Condições limitantes

Fotoperíodo e temperatura são os fatores determinantes nas mudanças de estágio de desenvolvimento das plantas, sendo que para diversas espécies a temperatura é o principal elemento do ambiente, interferindo tanto na emissão de folhas quanto na mudança de estágio fenológico.

 As temperaturas ideais para produção de folhas e cabeças de qualidade se situam em torno de 12 e 22°C. Temperaturas acima desta faixa fazem com que a planta emita seu botão floral precocemente, tornando-se imprópria para comercialização.

Pendoamento

O pendoamento precoce provoca o alongamento do caule, reduz o número de folhas, afeta a formação da cabeça comercial e estimula a produção de látex, o que torna o sabor da folha amargo, resultando na colheita de plantas ainda pequenas, com menor peso e número de folhas, de má qualidade, não expressando, portanto, o seu máximo potencial genético.

O resultado final é depreciação do produto e prejuízos financeiros para o produtor rural.

Contra o problema

Pode-se produzir alface de qualidade durante todo o ano, utilizando cultivares adequadas para cada época, devido ao trabalho de melhoramento para resistência ao pendoamento precoce, tolerância ao calor e a pragas.

A alface tipo lisa é uma alternativa de mercado ao produtor, apresentando vantagens como a existência de materiais com resistência ao calor e ao pendoamento, o que pode contribuir para a competitividade dos produtores no mercado local.

As principais características desse tipo de alface são: cabeça grande, uniformidade alta, resistência ao pendoamento e tolerância a doenças, como a podridão da base e a mumificação, além de suportar danos mecânicos provocados pelo clima.

Apresenta folhas lisas e soltas, ou seja, não forma cabeça compacta, o que possibilita a comercialização da planta inteira e também de folhas, prolongando o período produtivo.

A alface tipo crespa se apresenta como uma grande opção ao produtor, em virtude da possibilidade de cultivo durante o ano todo. Entretanto, se submetidas a altas temperaturas e longo fotoperíodo, algumas cultivares são mais sensíveis quanto ao pendoamento e início da fase reprodutiva.

As principais cultivares de alface americana disponíveis no Brasil apresentam limitações de cultivo em determinadas regiões e épocas de plantio. O pendoamento precoce, devido a temperaturas elevadas, afeta a formação de cabeça. Porém, graças aos avanços em melhoramento genético, já existem hoje no mercado cultivares americanas ditas tropicalizadas, destinadas a dar sustentabilidade ao agronegócio da alfacicultura no cultivo de verão.

Alface americana com pendoamento precoce e produção de látex - Créditos Luciana Vilela Resende
Alface americana com pendoamento precoce e produção de látex – Créditos Luciana Vilela Resende

Manejo ideal

Diversos autores relatam que com o manejo adequado quase todas as cultivares de alface podem ser plantadas em ambiente protegido durante todo o ano, sendo importante a correta escolha, devido às diferenças quanto ao ciclo, rendimento, resistência ao frio e tolerância ao calor.

A utilização de cultivares adaptadas às condições ambientais de cada região aliada a práticas que visem à diminuição dos efeitos da luminosidade e temperatura pode contribuir para o aumento da qualidade e produtividade da alface.

Sendo assim, devido ao grande número de perdas que as altas temperaturas podem causar, deve-se buscar na genética novas cultivares com resistência ou maior tolerância a altas temperaturas, evitando, assim, o pendoamente precoce da alface. Em cultivares comerciais, buscam-se genótipos resistentes ao florescimento precoce, que é um componente importante. A herança desta resistência ao florescimento precoce possui alta herdabilidade e pode ser explorada.

Essa matéria você encontra na edição de maio da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira a sua!

 

 

SEM COMENTÁRIO