18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Pepino para conserva

Pepino para conserva

Nutrientes recomendados para fertirrigação

Pepino – Crédito Epagri

Uma pesquisa da Epagri disponibilizou aos produtores de pepino para conserva a recomendação das quantidades de nutrientes que devem ser fornecidas para as plantas em cada fase de desenvolvimento.

O trabalho resultou em uma tabela de referência para a fertirrigação no sistema de cultivo semi-hidropônico, que é conduzido em estufas. As recomendações são resultado de quatro anos de pesquisas na Estação Experimental de Ituporanga e ainda não estavam disponíveis na literatura nacional.

Potencial

Santa Catarina é o maior produtor de pepino para indústria (Cucumis sativus) e colhe anualmente 15 mil toneladas, o equivalente a cerca de 25% da produção nacional. O Alto Vale do Itajaí se destaca como principal região produtora. “O cultivo no Estado tem sido realizado predominantemente em campo aberto. Contudo, por apresentar alto valor agregado e demanda de produção pelas agroindústrias, o pepino para conserva possui grande potencial para o cultivo em ambientes protegidos”, diz o pesquisador João Vieira Neto, da empresa do Governo do Estado.

Ele explica que um dos desafios para o cultivo em abrigos é exatamente o manejo das soluções nutritivas – os fertilizantes – para atender as necessidades da planta em suas diferentes fases. No sistema semi-hidropônico, em que as mudas são plantadas em sacos cheios de substrato, os nutrientes são fornecidos por fertirrigação, ou seja, diluídos na água, que é distribuída pelas fitas de gotejo (mangueiras) que percorrem as linhas de plantio.

Estudos em campo

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Revistas Hortifrúti Pepino para conserva