Plantio em estufa

0
49

Vanessa Alves GomesEngenheira agrônoma, mestre em Fitopatologia, doutoranda em Proteção de Plantas – UNESP/Botucatu e professora – CESGvavvgomes@gmail.com

Carolina Alves GomesEngenheira agrônoma – Universidade Federal de Viçosa (UFV/CRP)carol.agomes11@gmail.com

Estufa – Foto: Shutterstock

Com o passar dos anos as mudanças climáticas são cada vez maiores. Do ponto de vista da agricultura, estas alterações trazem prejuízos econômicos para os produtores. As plantas estão sofrendo com a incidência solar e apresentando sintomas de queimaduras, além de sintomas de perda de água, gerando desidratação. Deste modo, a melhor saída para proteger as plantas mais sensíveis das intempéries climáticas é o cultivo em estufas.

O plantio em estufa representa um exemplo de cultivo em ambiente protegido, oferecendo um microclima adequado para o desenvolvimento da cultura. Muitas culturas apresentam resultados superiores, quando produzidas em estufas, principalmente hortaliças, legumes e frutos.

Isto ocorre, principalmente, pelo fato de as estufas proporcionarem condições climáticas controladas, isolando as intempéries climáticas que podem vir a surgir.

Opções

O cultivo nas estufas pode ser em vasos, em sistemas de hidroponia, bem como pode-se realizar o plantio diretamente no solo. Deste modo, pode ser um sistema simples ou pode-se fazer uso de mais tecnologias.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.