13 C
São Paulo
segunda-feira, junho 27, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Plantio mecanizado de abacaxi reduz custo da safra

Plantio mecanizado de abacaxi reduz custo da safra

Wagner Guidi, produtor e inventor da máquina de plantio de abacaxi - Créditos Motoagro
Wagner Guidi, produtor e inventor da máquina de plantio de abacaxi – Créditos Motoagro

Visando incrementar a produção de abacaxi e reduzir custos, o plantio mecanizado tem sido a saída encontrada, pois permite o plantio de 25 a 30 mil mudas em uma jornada de trabalho de oito horas diária, com o emprego de três plantadores. No plantio manual, para que se consiga a mesma produção, são necessários dez trabalhadores. 

Viabilidade

 

Devido à dificuldade de mão de obra, principalmente a especializada, o plantio mecanizado vem substituir parcialmente esta lacuna, com a grande vantagem de proporcionar a rapidez e uniformidade do plantio (espaçamento e profundidade) e, principalmente, a redução do custo operacional lavoura.

Com a adoção dessa prática há uma redução do custo de mão de obra e da logística, trazendo, em médio prazo, o retorno do investimento na máquina específica para o plantio de mudas de abacaxi.

Segundo José Roberto Silva, engenheiro agrônomo e coordenador técnico regional da EMATER-MG, especialista em abacaxi, essa máquina, desenvolvida e adaptada por um “inventor“ e produtor de abacaxi de Frutal (MG), Wagner Guidi, tem um rendimento comparativo com o investimento, plantando, em média, 30.000 mudas por hectare em um dia normal de trabalho, operando com três trabalhadores. “Já para o plantio convencional/manual precisaríamos de mais de 10 trabalhadores para fazer o mesmo serviço“, relata.

Foto PG 104

Essa máquina é acoplada a um trator de no mínimo 90 cv 4×4, para realizar o plantio. “Ela planta todos os tipos de mudas, como filhote e rebentão, que são outros tipos de mudas do abacaxi. A máquina é comercializada por encomenda, pois a produção ainda não acontece em escala“, informa José Roberto.

O custo do plantio mecanizado se resume às diárias de três operadores, ou seja, um tratorista e dois ajudantes que colocam as mudas nos tubos receptores da máquina para efetuar o plantio e mais o combustível e manutenção do trator e da máquina.

Já no plantio manual, calcula José Roberto, o custo seria a diária de 10 trabalhadores, mais a logística de transporte deles, ou seja, estima-se uma economia em torno de 50% com o plantio mecanizado.

José Roberto recomenda que quem for adquirir essa máquina plante, no mínimo, 10 hectares de abacaxi para compensar o investimento. “Fazendo as contas, economizando a mão de obra de sete operadores em 10 hectares, são 70 x 100, que daria R$ 7 mil. Para o médio/grande produtor o investimento compensa, mas outra opção é os próprios produtores formarem grupos para investir em uma máquina. Como o plantio é rápido, se o grupo quiser plantar em determinado mês é possível para todos. Basta fazer o planejamento“, pontua.

A desvantagem dessa máquina é que, se o produtor optar pelo uso de mulching, não terá como utilizá-la. “O sistema que a maioria dos produtores usa para plantar é o seguinte: faz o sulco com o trator, coloca a muda e vem o trabalhador firmando essa muda na cova. A nova máquina desenvolvida por Wagner Guidi já faz o sulco, coloca a muda e firma no solo“, acrescenta José Roberto.

Foto 01Wagner Guidi, produtor e inventor da máquina de plantio de abacaxi - Créditos Motoagro

Em Minas Gerais há outro sistema muito utilizado, principalmente no Triângulo Mineiro, composto por duas hastes de subsolador acoplado ao trator que fazem o sulco interno. “Elas abrem a uma profundidade no solo que deixa a terra bem fofa, e aí é só o trabalhador plantar a muda. Esse sistema também rende muito, porém, é a metade do obtido com a máquina desenvolvida por Wagner Guidi, que tem um custo em torno de R$ 55 mil. Já o retorno desse investimento se paga conforme a economia de escala, ou seja, quanto maior a área de plantio, mais rápido será o retorno do investimento, chegando à média de três a quatro anos“, calcula o agrônomo da Emater.

Benefícios

“O equipamento desenvolvimento tem muitos benefícios, pois tem fácil operação e manuseio, podendo ser operado por homens e mulheres, não importando a idade“, informa o agrônomo José Roberto.

 A máquina

A Plantadeira de Muda de Abacaxi PMA1800 Motoagro foi desenvolvida para realizar adubação e pulverizar (faz tratamento da muda no ato do plantio, aplicando inseticida e fungicida) durante o plantio da muda.

Seguindo os critérios técnicos a Plantadeira de Muda de Abacaxi PMA1800 Motoagro Eficiência planta em uniformidade e profundidade correta de acordo com as normas técnicas e exigências sanitárias.

Essa matéria você encontra na edição de julho da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira a sua.

Inicio Revistas Hortifrúti Plantio mecanizado de abacaxi reduz custo da safra