18.1 C
São Paulo
quarta-feira, agosto 10, 2022
-Publicidade-
Inicio Tecnologia Plataforma AgroStart torna-se iniciativa global de inovação aberta

Plataforma AgroStart torna-se iniciativa global de inovação aberta

Sergi Vizoso, vice-presidente sênior da Divisão de Soluções para Agricultura da BASF na América Latina
Crédito: Divulgação BASF

A plataforma de inovação aberta AgroStart, pioneira na América Latina, expande as atividades a passa a ter atuação global. A inciativa vai ajudar agricultores a atender o aumento da demanda por alimentos, com otimização dos recursos limitados disponívels para a produção. Para aumentar a produtividade agrícola de forma sustentável, são necessárias tecnologias inovadoras e disruptivas.  

A expansão começará pela América do Norte e no futuro alcançará os mercados da Europa e Ásia. Com uma plataforma global de inovação aberta, a BASF aproveita o potencial das melhores soluções de agricultura digital dentro e fora da empresa.  

Desde 2016, o AgroStart promove a inovação no setor, sendo uma iniciativa pioneira na América Latina. O AgroStart já interagiu com mais de 600 startups na América Latina, para a cocriação de soluções e serviços de agricultura digital. Além disso, já são 30 iniciativas de intraempreendorismo que passaram pelo AgroStart Garagem nos últimos anos, com grupos de trabalhos multidisciplinares, envolvendo cerca de 170 colaboradores da Divisão de Soluções para Agricultura da BASF na América Latina.   

Ao longo dos últimos cinco anos, foram construídos os pilares de: aceleração de startups, intraempreendedorismo através do AgroStart Garagem e o AgroStart Ecossistema que aumentou as parcerias com empresas de outros setores. As startups ainda têm a possibilidade de serem apresentadas ao BASF Venture Capital para obter aportes financeiros    

“A evolução do AgroStart evidencia a importância da inovação aberta para uma agricultura cada vez mais sustentável e voltada às necessidades não só dos agricultores, como também da sociedade. A partir da experiência bem sucedida na América Latina, será possível contribuir com agricultores e empreendedores numa escala global. Todo este movimento está alinhado com nossos pilares estratégicos de inovação, digitalização, sustentabilidade e experiência do cliente”, afirma Sergi Vizoso, vice-presidente sênior da Divisão de Soluções para Agricultura da BASF na América Latina.  

Almir Araújo, diretor de Digital, Novos Modelos de Negócio & Excelência Comercial de Soluções para Agricultura da BASF América Latina, explica que as tecnologias digitais ajudam os agricultores a ter uma produção mais assertiva e sustentável.  

“O AgroStart é um ecossistema para a criação de soluções digitais que resolvem desafios reais do agronegócio. Nós queremos mais parceiros para continuar o processo de digitalização da agricultura. Com a expansão da plataforma para outras regiões, como Estados Unidos e Canadá, será possível oferecer aos empreendedores novos horizontes para expandir seus negócios globalmente e beneficiar todo o ecossistema de empreendedorismo. Através da co-criação geraremos novas parcerias e modelos de negócios com escala ainda maior. Será possível levar empreendedores brasileiros para os Estados Unidos, por exemplo, e vice-versa”, explica Almir.    

O AgroStart tem colaborado ativamente para o desenvolvimento do mercado ao se tornar uma das principais plataformas de incentivo à inovação e ao empreendedorismo no agro, segundo Francisco Jardim, sócio fundador da SP Ventures. “Nos últimos anos, tivemos um aumento significativo na quantidade e qualidade das agtechs no mercado. A ampliação do AgroStart acontece em um momento que pode ser considerado a era de ouro para o empreendedorismo”, completa Jardim. 

Uma das startups com interações com a plataforma é a Tbit, que utiliza inteligência artificial em sistemas de análise e classificação de produtos agrícolas. Durante testes para automatizar a inspeção de qualidade de sementes de soja, a solução oferecida pela startup otimizou em cinco vezes o tempo para análise dos grãos, com redução de custo unitario de até 90%.  

Para o CEO da Tbit, Igor Chalfoun, o AgroStart proporcionou testar o sistema na prática e identificar pontos de melhoria no produto. “Por ser uma iniciativa de uma das maiores empresas do agro mundial, a plataforma tem um diferencial incomparável. Na prova de conceito, pudemos adaptar nossas tecnologias às demandas reais, algo muito difícil de fazer fora de um programa estruturado”, afirma Chalfoun.  

Intraempreendedorismo 

Os colaboradores da BASF assim como clientes e empresas parceiras da cadeia agrícola são chamados para contribuir na criação de novas soluções para o setor com o AgroStart Garagem. O intraempreendedorismo é um dos diferenciais da plataforma. A equipe BASF também tem contato com os empreendedores externos para a troca de conhecimentos e a busca por soluções. Assim, a empresa abre as portas do mercado para as startups do agro.  

Para Eduardo Menezes, gerente de Produtos Digitais da Divisão de Soluções para Agricultura da BASF na América Latina, este é um dos difereciais do AgroStart.  

“Nós oferecemos acesso ao mercado para os empreendedores, fomentando a competitividade no setor. E também incentivamos que os nossos colaboradores coloquem as suas ideias em prática. Todos são chamados a cocriar juntos. Somos referência nesse ecossistema de inovação. O AgroStart é uma Plataforma de Inovação Aberta, dinâmica e democrática, onde todos podem empreender”, explica Menezes.  

Inscrições abertas 

Os empreendedores interessados em participar da Plataforma AgroStart devem oferecer soluções em: agricultura de precisão, automação, gestão de estoques, gerenciamento de safra, rastreabilidade, entre outras. Para se inscrever, acesse o site agrostart.basf.com. As inscrições estão abertas durante todo o ano, ininterruptamente.  

Inicio Tecnologia Plataforma AgroStart torna-se iniciativa global de inovação aberta