Pragas e doenças do coqueiro

0
149

Adenir Vieira Teodoro adenir.teodoro@embrapa.br 

Joana Maria Santos Ferreira joana.ferreira@embrapa.br  

Dulce Regina Nunes Warwick dulce.warwick@embrapa.br

Viviane Talamini viviane.talamini@embrapa.br

Engenheiros agrônomos e pesquisadores da Embrapa Tabuleiros Costeiros

Coqueiro – Crédito: Shutterstock

O coqueiro, em todas as fases de seu desenvolvimento, sofre a ação de inúmeros insetos-pragas e doenças que danificam órgãos vitais da planta como, folhas, flores, frutos e estipes, causando abortamento, queda prematura, atraso no desenvolvimento, retardo na entrada de produção, baixa produtividade/produção ou a sua morte.

A abundância e a distribuição dos insetos e dos fitopatógenos na natureza estão condicionadas, além dos fatores abióticos, à atividade de seus inimigos naturais (predadores, parasitoides e patógenos).

A ocorrência dos insetos-pragas e de doenças na plantação está relacionada com as questões ambientais específicas de cada região produtora e com os manejos cultural e fitossanitário empregados na propriedade. A presença de uma dessas espécies pode ser tolerada na plantação até determinado nível de dano sem que cause prejuízos econômicos.

Por isso, no manejo de uma plantação de coqueiro, é importante a prática de inspecionar regularmente a plantação para detectar e identificar problemas de pragas e doenças, tão logo apareçam na área, devendo-se avaliar o grau de infestação/infecção nas plantas ou na plantação e a importância econômica dos danos causados.

Principais pragas

Dentre as principais pragas, os ácaros, as brocas, os desfolhadores, a traça e os sugadores têm papel de relevada importância pelos prejuízos causados à lavoura de coco, por perdas na produção, produtividade e qualidade do produto. Todos são de fácil disseminação, alguns de difícil localização na planta e outros com grande capacidade de reprodução/sobrevivência, o que dificulta, muitas vezes, a utilização de medidas eficientes de controle.

Existem cinco espécies de ácaros fitófagos em coqueiros no Brasil e, destas, Aceria guerreronis e Amrineus cocofolius são relatadas, causando danos em frutos.

As brocas causam danos às plantas, geralmente, na fase larval. Algumas, na sua fase adulta, são consideradas como principais vetores de doenças. Os mais importantes insetos desfolhadores do coqueiro-anão são a lagarta Brassolis sophorae na planta safreira e a barata-do-coqueiro Coraliomela brunnea na planta jovem.

Nova ocorrência

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.