18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Pragas no quiabeiro pede atenção

Pragas no quiabeiro pede atenção

Franscinely Aparecida de AssisDoutora em Entomologia e professora de Agronomia – Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado)franscinelyassis@unicerrado.edu.br

Vanessa AndalóDoutora em Entomologia e professor de Agronomia – Universidade Federal de Uberlândia (UFU)vanessaandalo@ufu.br

Flávio Lemes FernandesDoutor em Entomologia e professor de Agronomia – Universidade Federal de Viçosa (UFV)flaviofernandes@ufv.br

Quiabo – Crédito: Shutterstock

A cigarrinha-verde, Empoasca kraemeri (Hemiptera: Cicadellidae), localiza-se na parte abaxial das folhas, sugando a seiva da planta. Os prejuízos em quiabeiro são observados tanto pela sucção da seiva quanto pela injeção de toxinas durante a alimentação, o que pode causar o depauperamento, amarelecimento e posterior seca da planta.

As fêmeas realizam postura endofítica, no interior do tecido da planta, principalmente ao longo das nervuras das folhas, mas também nos pecíolos e no caule, podendo ovipositar até 60 ovos durante seu ciclo de vida.

A duração do ciclo é, em média, de três semanas, variando devido às condições ambientais. São relatadas maiores ocorrências do inseto em épocas com menor incidência de chuva e elevadas temperaturas.

Para redução populacional do inseto no campo devem ser adotadas práticas culturais, como o uso de palha de arroz ou capim seco nas entrelinhas que auxiliam na repelência dos insetos. A cor amarela é atrativa para a espécie, podendo ser utilizada em armadilhas para captura e monitoramento de ocorrência.

Barreiras vivas podem ser instaladas ao redor do cultivo a fim de evitar a disseminação do inseto. A espécie E. kraemeri, além de causar prejuízos no quiabeiro, é uma praga importante do feijoeiro, com isso, deve-se evitar plantios próximos ou sucessivos dessas culturas. É importante salientar que não existem produtos registrados para a cigarrinha-verde no quiabeiro.

Lagartas

Helicoverpa armigera (Lepidoptera: Noctuidae) é uma espécie polífaga que se alimenta de grande diversidade de plantas, tais como o quiabeiro, dentre outras olerícolas; algodoeiro, milho, soja, etc.

A lagarta causa injúrias nas plantas em função de sua alimentação, podendo atacar as mais diversas partes da planta. Atualmente, acredita-se que o inseto esteja distribuído em todo o território nacional.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Revistas Hortifrúti Pragas no quiabeiro pede atenção