12.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 29, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiPreparo do solo, plantio e nutrição da mangueira

Preparo do solo, plantio e nutrição da mangueira

Crédito Shutterstock

Lucas Guilherme Araujo Soares
Técnico Agrícola e Graduando de Agronomia
lucasifpa@gmail.com
Thiago Feliph Silva Fernandes
Engenheiro agrônomo e mestre em Fitotecnia – UNESP
thiago.feliph@unesp.br
Bianca Cavalcante da Silva
Engenheira agrônoma e mestra em Ciência do Solo – UNESP
alicebiacs@gmail.com

A manga é uma cultura de clima tropical, que se desenvolve plenamente em solos com média fertilidade, arenosos ou até argilosos, profundos, permeáveis e bem drenados, com faixa de pH ideal entre 5,5 e 6,8, de preferência mecanizáveis.
O conceito de qualidade do solo está relacionado à sua capacidade de manter a produtividade dentro dos limites naturais de um ecossistema, levando em consideração o equilíbrio do meio ambiente, a manutenção da biodiversidade de plantas, animais e de proporcionar a qualidade da água e do ar, além de contribuir para a saúde humana.
O preparo de solo para implantação da cultura da manga deve ser realizado de três a quatro meses antes do plantio, com as atividades de roçagem e destocamento da área. Após, deve ser feita coleta de amostras do solo para posterior análise, em laboratório de procedência, para avaliar a necessidade de adubação e calagem.

Manejo

O preparo do solo, se executado em condições de teor de água do solo na faixa de friabilidade, proporciona melhorias nas funções do solo, como aeração, disponibilidade e retenção de água e nutrientes, além de estrutura, envolvida no crescimento e desenvolvimento radicular.
Os trabalhos de aração, gradagem leve ou pesada, ou qualquer outro destinado ao preparo de área, deve ser definido de acordo com as condições da área a ser preparada. Nos solos que apresentam compactação, é recomendável realizar uma subsolagem na área, incrementando matéria orgânica.
A mecanização busca oferecer condições adequadas para o desenvolvimento das culturas, no entanto, as práticas agrícolas alteram o ambiente do solo, podendo causar distúrbios na comunidade microbiana, e influenciar os processos biogeoquímicos que nele ocorrem.

Planejamento

No plantio da mangueira, deve-se primeiramente realizar estudos básicos da região a ser implantando o pomar da cultura, os quais compreendem as características climáticas da região, definição do tipo de solo, suas condições físico-químicas e profundidade, além de fontes hídricas disponíveis nos períodos de estiagem.
São diversas as etapas para implantação de um pomar de manga, e todas possuem papel importante para o sucesso produtivo. A seleção do local do pomar deve ainda levar em consideração a topografia do terreno e as vias de acesso, que serão fatores que influenciarão diretamente nas práticas agronômicas e nos processos produtivos, como limpeza da área e escoamento da produção.
Em plantios com tecnologia de produção comercial, que adotam irrigação, a densidade de plantio mais comum é de aproximadamente 239 plantas/ha (espaçamento de 7 x 6 m); porém, maiores densidades já estão sendo utilizadas em diversas regiões. Na escolha do espaçamento, deve-se levar em consideração o vigor da planta, porte da cultivar escolhida, assim como a necessidade dos manejos adequados, como podas, nutrição e irrigação.
Com a definição do espaçamento, é hora de realizar o alinhamento, utilizando piquetes, onde serão abertas as covas. Deve-se optar por áreas com declive de até 5%, acima disso é aconselhável o preparo de curvas de nível, para evitar problemas de erosão.

Cuidados

O plantio é uma das fases em que se deve ter maior atenção na escolha da área, preparo do solo, seleção da cultivar desejada e os principais manejos da espécie, que devem ser primordiais na fase juvenil, como roçagem do pomar, podas, irrigação e adubações.
As dimensões das covas utilizadas na cultura da manga são de 40 x 40 x 40 e 60 x 60 x 60 cm, e as correções e adubações devem ser baseadas em análise de solos.

Adubação

A nutrição da mangueira é indispensável em todo seu período de sobrevivência, sendo as recomendações de adubação indicadas de acordo com os resultados de análise de solos e foliar.
O manual de recomendação de adubação e calagem de cada Estado onde a cultura será implantada identificará a real necessidade de adubação para cada estágio de desenvolvimento das plantas. As necessidades nutricionais são determinadas pela quantidade dos nutrientes extraídos durante o desenvolvimento da cultura.
E a extração dos nutrientes pelas colheitas é menor que algumas culturas tropicais, sendo o nitrogênio e o potássio os mais extraídos, embora todos os nutrientes sejam essenciais para seu pleno desenvolvimento e produtividade.

ARTIGOS RELACIONADOS

Plantio é a operação mais importante na implantação florestal

Arthur Netto Consultor florestal InvestAgro Reflorestamento arthur@investagro.com.br A adoção do sistema adequado requer uma definição clara de objetivos e usos potenciais dos produtos e subprodutos que...

Fendt Momentum – A melhor operação de plantio

A tecnologia Fendt de plantio chega ao Brasil com exclusivo sistema vApply Granular para distribuição de fertilizantes e inédito Fendt Smart Frame, que garante uniformidade no depósito de sementes, além de ter maior capacidade de fertilizantes do mercado e versatilidade para transporte com sistema de dobra em apenas 1,2 min

Nova cultivar de açaizeiro vai manter fornecimento do fruto o ano todo

Produção de açaí o ano todo para o estado do Pará e para o Brasil é a proposta da nova cultivar de açaizeiro (Euterpe oleracea)...

Formação de mudas de repolho: Técnica exige cuidados

Autores Herika Paula Pessoa Engenheira agrônoma, mestra e doutoranda em Fitotecnia – Universidade Federal de Viçosa (UFV) herika.paula@ufv.br  Ronaldo Machado Junior Engenheiro agrônomo,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!