18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Destaques Produção de cafés especiais

Produção de cafés especiais

Marina Scalioni Vilela Engenheira agrônoma, mestra e doutoranda em Agronomia/Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA)marinasv3p@gmail.com

Mauro Magalhães Leite Faria Engenheiro agrônomo, mestre em Agronomia/Fitotecnia e servidor técnico agropecuário – UFLAmauro.faria@ufla.br

Gabriela Ribeiro Gontijo Engenheira agrônoma e mestranda em Agronomia/Fitopatologia – UFLAgabrielargont@gmail.com

Café – Créditos: shurtterstock

Os frutos em grau de maturação “cereja” são aqueles que se encontram na máxima maturação fisiológica, ou seja, com a granação total e com maior acúmulo de açúcares. Por isso, os grãos nesse estádio apresentam grande potencial de originarem a bebida de qualidade superior.

Assim, para garantir a qualidade dos grãos colhidos, a colheita para cafés especiais deve ser realizada com alguns cuidados, devendo sempre buscar a colheita com maior porcentagem de frutos maduros (estádio “cereja”) possíveis, sendo a colheita seletiva uma prática interessante para essa finalidade.

Além disso, é imprescindível que esses frutos colhidos não entrem em contato com a terra do chão na lavoura. Os sacos em que serão armazenados no campo durante o período de colheita devem ficar na sombra, sendo necessário que frutos sejam direcionados para o local onde serão realizados os procedimentos pós-colheita, como a lavagem e secagem dos grãos o mais rápido possível após a colheita, para que não haja prejuízos na qualidade dos mesmos.

Ressalta-se, também, a importância da correta separação e identificação dos lotes de cafés especiais produzidos.

Tecnologias disponíveis

Atualmente, é possível realizar o mapeamento das áreas da lavoura com produção de cafés especiais. A boa logística de colheita é de extrema importância, com o escalonamento adequado de acordo com o grau de maturação de cada cultivar presente em cada talhão da propriedade, buscando sempre a colheita da maior quantidade de grãos em estádio “cereja”.

Essa logística irá também contribuir para que sejam realizados os procedimentos pós-colheita adequados. Muitas propriedades realizam a colheita seletiva manual para a produção de cafés especiais.

No entanto, a colheita seletiva dos frutos pode também ser realizada de forma mecanizada, sendo necessária a regulagem adequada da máquina para essa finalidade. Ainda, pode ser realizado o monitoramento do grau de maturação das lavouras para o melhor planejamento da colheita, visando a identificação de pontos de maior potencial de qualidade.

Mercado e tendência dos cafés especiais

Com a evolução da cafeicultura, além do objetivo de se alcançar produtividades cada vez mais elevadas, a busca por aspectos relacionados à qualidade dos cafés produzidos vem aumentando ao longo dos anos, juntamente com o consumo por grande parte da população mundial.

Nesse sentido, o mercado de cafés especiais apresenta tendência crescente para os próximos anos, nos quais os conceitos vão além das características físicas e sensoriais da bebida, englobando também a responsabilidade com os aspectos sociais e ambientais, como a sustentabilidade dos sistemas de produção adotados.

Aliado a isso, a qualidade do café possui grande influência no preço final da saca, proporcionando alto valor agregado.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Destaques Produção de cafés especiais