23.3 C
São Paulo
quarta-feira, junho 29, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Produção de cebolinha hidropônica no telado

Produção de cebolinha hidropônica no telado

Elisamara Caldeira do Nascimento

Talita de Santana Matos

Glaucio da Cruz Genuncio

glauciogenuncio@gmail.com

Doutores em Agronomia

Bruno Rossafa

Licenciado em Ciências Agrícolas

 Crédito Glaucio da Cruz Genuncio
Crédito Glaucio da Cruz Genuncio

A cebolinha (Alliumschoenoprasum) é originária do continente Europeu, pertencente à família Liliaceae. Quanto à comercialização, é uma cultura que vem se destacando na produção voltada ao processamento e comercialização de ervas condimentares e aromáticas no cenário nacional.

A cultivar mais utilizada é ‘Todo Ano’, plantada no espaçamento de 20 x 10 cm entrelinhas e plantas, respectivamente, podendo ser plantada no espaçamento 15 x 15 cm em sistema hidropônico, quando o produtor almeja plantas de menor porte.

Destaca-se por seu desenvolvimento em climas com temperaturas mais amenas, porém, em sistema hidropônico vem sendo cultivada em diversas regiões do território brasileiro. Quanto ao seu porte, pode atingir de 30 a 50 cm de altura quando cultivada em espaçamentos maiores, como os de 20 x 20 cm, por exemplo.

A sua propagação se dá por sementes (propagação sexuada) ou por bulbilhos (propagação assexuada natural). Destaca-se por ser é uma espécie com alto conteúdo de Fe e vitamina C.

Hidroponia

Apesar de o cultivo da cebolinha ser em sistema NFT, atualmente parte significativa dos produtores vem testando, com alto grau de aprovação, o sistema de cultivo em bancadas suspensas associado ao uso de telas.

O sistema de bancadas suspensas consiste na utilização de madeiras laterais e fundo construído em telhas de fibrocimento, contendo substrato de cultivo (geralmente fibra de coco).

Para a irrigação, utiliza-se o sistema de gotejamento, pelo qual a água, conjuntamente com os nutrientes,é aplicada. Esta aplicação contínua é controlada a partir de sistemas que monitoram a tensiometria do substrato ou por temporização (água), e pela análise da condutividade elétrica (EC) da solução drenada (nutrientes). Ressalta-se que a EC pode variar de 1,6 a 2,2 mS cm-1.

 

Vantagens da hidroponia e das telas

De modo geral, a aplicação de telas de sombreamento, principalmente as telas ou malhas fotoconversoras, tem como função de minimizar efeitos de radiação, por promoverem alterações ambientais, tanto em irradiância como em qualidade no comprimento de luz.

 Estas telas também possuem a função de controlar efeitos de temperatura, além de proteger a cultura de ventos, granizos, chuvas, geadas e do ataque de pragas e doenças.

Em específico, dois fatores ambientais devem ser controlados para o cultivo da cebolinha, sendo a manutenção da irradiância próximas a 600 µmol m-2s-1(aproximadamente 34.000 Lux), no período inicial de plantio, e 1.200 µmol m-2 s-1 (Aproximadamente, 68.000 Lux) no período que compreende da metade ao final do período de plantio da cebolinha.

 A aplicação destas malhas merece destaque também pela seleção de comprimentos adequados a fisiologia do desenvolvimento (comprimentos na banda do azul e vermelho), por estas malhas favorecerem a um aumento na produção e qualidade na colheita, assim como no pós-colheita para esta cultura (Aumento do tempo de prateleira).

Quanto ao seu manejo, as telas que têm por função abaixar temperaturas (telas termorrefletoras), devem ser móveis, e sempre que a irradiância ultrapassar os limites de 600 µmol m-2 s-1 (plantas menores) e 1.200 µmol m-2 s-1 (plantas maiores) a tela deverá cobri-las.

Essa matéria você encontra na edição de fevereiro 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

 

Inicio Revistas Hortifrúti Produção de cebolinha hidropônica no telado