23.6 C
Uberlândia
sábado, maio 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosProdução de folhosas durante o verão 2023/24

Produção de folhosas durante o verão 2023/24

Folhosas correspondem a 60% da produção desse segmento em nosso país.

Gustavo Hacimoto
Especialista de Desenvolvimento de Produto da Enza Zaden Brasil

De acordo com dados da Organização Meteorológica Mundial (OMM), o ano de 2023 foi o mais quente da história. No Brasil, esse cenário não foi diferente. Ficamos 0,69 ºC acima da média histórica, considerando dados colhidos desde 1991.

Mudas cegas em alface crespa em hidroponia

Segundo levantamento do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), dos 12 meses do ano passado, em nove deles as médias mensais foram acima da média histórica. E outro dado com relação a esse cenário é de que ao longo de 2023 foram registrados nove episódios de onda de calor, reflexo também do impacto do fenômeno El Niño (no qual ocorre um aquecimento acima da média das águas do Oceano Pacífico Equatorial).

O ano de 2024 não começou diferente, com temperaturas elevadas sendo registradas em várias regiões do país.

Impactos na produção de folhosas

O título desse texto faz referência à produção de folhosas no verão de 2023/24 na região sudeste do Brasil, a qual corresponde a mais de 60% da produção desse segmento em nosso país.

Essa estação usualmente reflete em maiores demandas de folhosas e, consequentemente, no aumento de plantio por parte dos produtores, justamente para atender essa demanda, e por ser uma época em que as condições de produção são mais difíceis, ocasionando maiores perdas.

Tais perdas ocorrem, principalmente, pela união de altas temperaturas com alta umidade (maior índice de chuvas), que são condições para doenças bacterianas se desenvolverem, por exemplo, e que podem causar danos elevados a uma lavoura.

O que se passa nos últimos meses é que as temperaturas estão acima da média, porém, o nível de precipitação está abaixo nessa região. Com temperaturas altas, mas sem umidade, algumas culturas do universo das folhosas estão tendo mais dificuldades para se desenvolver, como por exemplo:

Alface americana com dificuldade para “fechar cabeça”: nesse segmento de alface americana, a parte preferível para a comercialização é a cabeça que se forma. Em períodos de noites quentes e baixa amplitude térmica entre o dia e a noite, esse processo é prejudicado, formando plantas abertas.

O período crítico para as plantas não formarem cabeça é no segundo terço de seu desenvolvimento, sendo que mais de uma semana nessas condições há uma grande chance de as plantas ficarem abertas.

A aplicação de potássio pode auxiliar a planta a formar cabeça, mas em estágios mais avançados, essa situação se torna irreversível;

Desenvolvimento de pragas, como tripes e pulgão: podem causar danos diretos (às folhas, perda de volume da planta ao realizar a limpeza das folhas danificadas) e indiretos (principalmente na transmissão de viroses);

Hidroponias com alta proliferação de tripes: vetor da virose conhecida como vira-cabeça e de difícil controle, especialmente em condições de alta temperatura e baixa umidade, podendo causar até 100% de perdas;

Perdas de plantas, principalmente em hidroponia: issoacontece por conta de mudas cegas, o que está atrelada tanto a temperaturas mais elevadas quanto também ao manejo nutricional e por estresse que as mudas sofrem ao longo desse processo;

Falta de água: mesmo com irrigação, muitas vezes nessas condições pode haver falta de água para o desenvolvimento adequado das culturas;

Insegurança

Estamos passando por um início de verão um pouco diferente do normal, sendo que a cada ano se enfrenta algo diferente, ou que não ocorria com frequência. Temos sempre que estar atentos a essas mudanças, para superar os desafios que aparecerem e continuar nosso negócio.

Solução

A Enza Zaden, referência global no mercado de sementes de hortaliças, possui um portfólio de sementes de HF que garantem mais benefícios, segurança e rendimento ao produtor. Conheça o catálogo ou entre em contato com um representante: www.enzazaden.com/br

ARTIGOS RELACIONADOS

Brasil deve intensificar produção com sustentabilidade

Governo promete políticas de incentivo, e uso de produtos biológicos pode apoiar avanços em produtividade de lavouras e regeneração de áreas degradadas.

Fruteiras em sistemas de produção de baixa emissão de carbono

Dentre os Gases de Efeito Estufa (GEE) emitidos pelas atividades humanas, o gás carbônico (CO2) ...

A industrialização como fortalecimento

Uma tradição familiar com mais de 50 anos na produção de café. A família de Brainne ...

Irrigação potencializa produção no campo

Para tentar vencer as dificuldades provocadas por longos períodos de estiagem ou mesmo por ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!