Produção de grãos bate novo recorde

0
99
Safra – Crédito Franciele Dalmaso

A produção de grãos deverá fechar em 253,7 milhões de toneladas, um crescimento de 4,8% sobre a safra passada ou 11,6 milhões de toneladas sobre a produção da safra passada.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) atualizou os dados da safra de grãos 19/20 em mais um boletim de levantamento divulgado dia 11 de agosto. O Brasil caminha para um novo recorde.

A soja e o milho são as culturas que puxam esse número, responsáveis por 90% da produção nacional. A oleaginosa já tem garantida a produção recorde estimada em 120,9 milhões de toneladas,  com  ganho de 5,1%. A área plantada foi de 5,4 milhões de hectares. A maior produtividade foi registrada no Distrito Federal, com 3,9 kg/ha. O maior produtor segue sendo Mato Grosso seguido de Paraná e Goiás.

Com o final próximo da colheita da primeira e segunda safra das commodities, o estudo passa a analisar as culturas de terceira e de inverno. O milho total tem recorde assegurado pelos seus 102,1 milhões de toneladas. A primeira safra encerrou em 25,6 milhões de toneladas. A segunda safra caminha para o fechamento apenas dependendo de 1,5% da contribuição das lavouras cultivadas na região do Sealba (Sergipe, Alagoas e nordeste da Bahia).

A safrinha é estimada em 74,9 milhões de toneladas. A terceira safra, plantada em cinco estados, deve fechar em 1,5 milhões de toneladas. A área plantada total está em 18,5 milhões de toneladas.

Culturas de inverno

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.