27.6 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosProdutividade dos canaviais: manejo biológico eleva em até 9 ton/ha

Produtividade dos canaviais: manejo biológico eleva em até 9 ton/ha

Foto: Koppert

O Sistema Integrado Koppert (SIK) oferece aos produtores de cana um pacote tecnológico completo para o manejo integrado de pragas e doenças (MIP), composto de biofungicida, bionematicida, inoculante a bioativador.

O uso desse pacote tecnológico, no plantio de 2022, elevou em até 9,0 ton/ha a produtividade, além de apresentar uma frequência de resposta média (quantidade de vezes que a área tratada produziu a mais) de 96%.

Fases cruciais

O plantio de cana-de-açúcar é uma das etapas mais importantes do ciclo e é nesse momento que se estabelece o que vai acontecer pelos próximos anos. “Além de nos preocuparmos em proteger as gemas reprodutivas do ataque de pragas e doenças, devemos nos atentar para o uso de bioativadores, responsáveis pela precursão de hormônios de crescimento, principalmente citocinina e auxina, além dos efeitos positivos contra adversidades, como seca, salinidade, altas e baixas temperaturas”, explica Francisco Costa, representante da Koppert.

O Sistema Integrado Koppert é composto pelos seguintes produtos:  Trichodermil 1306 (Trichoderma harzianum), fungo com ação fungicida e nematicida; Boneville (Bacillus amyloliquefaciens), bactéria com ação nematicida; Azokop (Azospirillum brasilense) e Roadster (Ascophyllum nodosum), inoculante e bioativador que geram maior produtividade e rendimento da cana colhida.

As respostas são devido à proteção contra fungos e nematoides, além de proporcionar hormônios necessários para germinação e estabelecimento da lavoura.

Foto: Koppert

Mais benefícios

O Roadster, com sua poderosa composição em ácido algínico, fucose, manitol, betaínas, macro e micronutrientes, aminoácidos entre outros compostos, promove para as gemas e, consequentemente, para as brotações iniciais, melhor equilíbrio hormonal e, por conseguinte, brotação mais uniforme.

“Também age no incremento da absorção dos nutrientes disponibilizados no sulco de plantio, bem como na complexação dos macro e micronutrientes que estão na solução do solo, aumentando assim a capacidade produtiva da planta, o que promoverá um incremento na produtividade”, explica Francisco Costa.

A ação de um bioativador, nesse momento, é essencial para suprir a necessidade da planta frente às adversidades climáticas, visto que as brotações iniciais, por serem mais sensíveis, são afetadas por fatores adversos, como a salinidade, o que compromete muito a absorção dos nutrientes e o desenvolvimento saudável da planta.

Com isso, o uso de bioativadores, neste momento, é fundamental para um canavial mais resiliente às adversidades e que expresse maior potencial produtivo.

No plantio de 2022, o SIK esteve presente em 25% da área plantada no Brasil e com uma taxa de resposta positiva de mais de 90%, como representado no gráfico a seguir:

Divulgação

Para consolidar o uso de bioativadores em cana-de-açúcar no período em que o canavial mais sofre, entre os meses de junho a outubro, quando ocorre uma estiagem muito acentuada e ainda pode acontecer geadas, foram instalados 25 campos demonstrativos com uma aplicação de 0,5 L/ha de Roadster.

A aplicação aconteceu na última entrada possível no canavial, quando se encontra o dossel verde e com capacidade de absorção do produto. “Os resultados obtidos foram, em média, um ganho de 10 TCH em relação à testemunha e 5,0 TCH em relação aos concorrentes. Isto se dá pelo fato do produto Roadster ser rico em compostos bioativos, deixando a cana mais preparada para enfrentar os estresses ambientais”, pontua o profissional.

ARTIGOS RELACIONADOS

Suporte e recuperação de canaviais pós-geada

As geadas que ocorreram nos meses de junho e julho atingiram áreas produtoras de cana-de-açúcar

Koppert e Jacto firmam parceria para o desenvolvimento de tecnologias

Unindo o conhecimento da Koppert na produção de insumos biológicos e a experiência da Jacto no desenvolvimento de equipamentos e tecnologias de aplicação, as empresas se unem para elaborar em conjunto ferramentas que facilitem a adoção do manejo integrado de pragas e do controle biológico pelo agricultor brasileiro.

Bioestimulante de última geração eleva a produtividade e contribui para a longevidade do canavial, informa fabricante

Composta por ácidos húmicos e fúlvicos, extraídos de Leonardita, solução para a nutrição da cultura aumenta o índice TCH

Koppert Brasil assume a operação da companhia nos países andinos

A Koppert está presente no Brasil desde 2011, quando iniciou seus primeiros registros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!