23.3 C
São Paulo
quinta-feira, junho 30, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Notícias Produtor retarda cultivo do milho e espera por tempo favorável para plantio...

Produtor retarda cultivo do milho e espera por tempo favorável para plantio em Goiás

Até o dia 07 de novembro, as chuvas poderão acumular 100mm em Cristalina, prevê Climatempo

Milho 56 - Crédito Ana Maria Diniz (06-08)

Acostumados a um plantio do milho de forma bem rápida e eficiente, os produtores da região de Goiás tiveram que enfrentar um grande empecilho para a safra 2015/2016: o calor intenso. A primavera quente, retardou as plantações que, em condições favoráveis, levam cerca de 20 dias para serem finalizadas. Não que o calor não seja essencial para a planta, mas também é necessária certa umidade, fator que esteve em falta no estado.

“Sem a presença do El Niño, o período de chuvas, em Goiás, deveria ter começado já no fim de setembro“, informa a meteorologista da Climatempo, Bianca Lobo. No entanto, o fenômeno se fez bastante presente em 2015, atrasando a chuva e fazendo com que o calor predominasse. Em Cristalina, principal produtor nacional de milho doce, a maior temperatura registrada entre os dias 1º e 28 de outubro foi de 34,6ºC, no dia 17. Na capital Goiânia, no último dia 18, os termômetros atingiram os 40ºC, conforme dados do Inmet ” Instituto Nacional de Meteorologia.

As altas temperaturas e o clima seco ainda não afetaram o milho, isso porque, de acordo com Pedro Ferreira Arantes, economista e consultor técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/GO), quase ninguém iniciou o cultivo. “Pouco milho foi plantado, pois a chuva que tivemos nos últimos dias foi muito fraca. Alguns trabalharam com a soja e outros até tentaram arriscar, mesmo sem umidade suficiente, mas, ao todo, devemos ter só 5% do grão plantado“, revela Arantes.

Previsão de chuva

Nos próximos dias, as condições para o plantio do milho em Cristalina podem melhorar. “As chuvas serão regulares neste fim de mês. Entre os dias 29 de outubro e 07 de novembro, são esperados acumulados entre 70mm e 100mm“, diz a meteorologista Bianca, que complementa a previsão falando que, até o fim do ano, a tendência será “de aumento de umidade, o que ajuda na formação de nuvens de chuva“.

Com a umidade e a precipitação prevista, o consultor Arantes diz que a plantação poderá ser iniciada e bem sucedida. Entretanto, há ameaça de perda. “De 80 a 100 milímetros já se considera um plantio sem risco. Mas se acontecer de chover, e em seguida tivermos um veranico, será bem complicado, pois o nível de umidade do solo já está muito baixo“.

Sobre o Grupo Climatempo

O Grupo Climatempo é a principal empresa privada de meteorologia do país. Fornece, atualmente, conteúdo para mais de 50 retransmissoras nacionais de televisão, para rádios de todo o Brasil e para os principais portais. Com cerca de dois mil clientes oferece conteúdo meteorológico estratégico para o setor de agricultura, moda e varejo, energia elétrica, construção civil, seguradoras e indústrias farmacêutica e de alimentos.

O Portal Climatempo transformou-se no veículo líder em visitação do país. É referência na divulgação de conteúdo que estimula a consulta diária de previsão do tempo. Classificado nos principais institutos de pesquisa entre os 30 sites mais visitados do país em língua portuguesa, é visitado por mais de 1, 5 milhão de usuários por dia, chegando a quase 3 milhões nas vésperas de feriados e durante fenômenos extremos de tempo e clima, com um crescimento anual na marca de 30%. O Grupo é presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 27 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.

Inicio Notícias Produtor retarda cultivo do milho e espera por tempo favorável para plantio...