27.7 C
São Paulo
quinta-feira, maio 26, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Destaques Produtores de cenoura apostam na proteção com mulching

Produtores de cenoura apostam na proteção com mulching

Thiago Feliph Silva FernandesEngenheiro agrônomo e mestre em Produção Vegetal/Fitotecnia – UNESPthiago.feliph@unesp.br

Emanuel Bonfim de Abreu Franca Engenheiro agrônomo – Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)emanue.agro@outlook.com

A cenoura (Daucus carota L.) é uma hortaliça economicamente importante para o Brasil, devido a sua composição nutricional rica em vitaminas A, B1, B2, C, fonte de ferro, sais minerais e fibras que são nutrientes essenciais para a dieta humana.

Porém, sua produtividade pode ser bastante reduzida devido à interferência de plantas espontâneas. A produção desta olerícola é significantemente afetada por plantas espontâneas, seja na competição por nutrientes ou fatores como luz e/ou alelopatia.

Isto interfere na produtividade e aumenta os custos de produção, reduzindo os lucros. Portanto, é necessário a adoção de práticas agrícolas adequadas para que a produtividade não seja afetada e a produção se torne economicamente lucrativa.

Neste sentido, uma prática agrícola amplamente utilizada entre os produtores de cenoura é a mulching. Trata-se de uma técnica agronômica que utiliza qualquer outro material que não seja solo ou vegetação viva no recobrimento do solo de forma permanente ou semipermanente. Para isso, diferentes materiais podem ser utilizados, como resíduos vegetativos, cascalhos, filmes plásticos e degradáveis, entre outros.

Mulching plástico

No entanto, mulchings de filmes plásticos são mais utilizados, principalmente para proteger mudas, brotos e raízes por meio da prevenção de isolamento e evaporação, mantendo ou aumentando ligeiramente a temperatura e a umidade do solo (Tarara, 2000).

Além disso, a aplicação de filmes plásticos é conhecida por reduzir a pressão de doenças e pragas. Os benefícios frequentemente relatados são a minimização do tempo de desenvolvimento de sementes e frutos, aumento de rendimento, prevenção da erosão do solo, atraso do crescimento de plantas espontâneas e, consequentemente, redução do uso de herbicida e fertilizante.

Cuidados

Contudo, a técnica do mulching deve ser adequadamente manejada, pois a modificação das condições microclimáticas sob mulchings plásticos não só aumenta a produtividade das plantas, mas também a degradação biológica da biota e da matéria orgânica do solo, resultando em uma eventual redução da qualidade do solo.

Além disso, o horticultor deve se atentar para a instalação adequada do mulchings em campos, evitar erros na perfuração dos orifícios, na escolha do sistema de irrigação e, principalmente, na cor e na qualidade do material, que deve ser de empresa idônea.

Opções

O planejamento do mulching adequado para a lavoura é primordial. No mercado pode-se encontrar vários tipos de cores de filmes plásticos, sendo os mais utilizados de cor preta, preta e branca e preta e prata.

Ressalta-se que cada tipo de filme tem suas propriedades, que fazem os mesmos serem usados em diferentes casos, adaptando-se assim à condição da lavoura.

O uso do filme preto é recomendado para propriedades que se localizam em regiões de clima mais frio, pois sua cor mais escura faz com que ele absorva a radiação solar durante o dia, e à noite há uma menor variação térmica.

O filme preto e prata tem por benefício o auxílio no combate a pragas, como as cigarrinhas, pulgões e moscas-brancas, devido ao lado de cor prata dificultar a orientação da visão dos insetos. Já os filmes de cor preta e branca têm por característica a dispersão da luz.

Destaca-se ainda que a cobertura da superfície do solo com um filme plástico deve ser colocada sobre as linhas de plantio. O uso dessa técnica proporciona um sistema radicular maior quando comparado às raízes de plantios sem o uso de mulching.

Inicio Destaques Produtores de cenoura apostam na proteção com mulching