25.8 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasProdutores de semente começam a receber grão-de-bico BRS Aleppo

Produtores de semente começam a receber grão-de-bico BRS Aleppo

BRS Aleppo grão-de-bico Abril 2018  Crédito Nara Lúcia S.R. Trindade
BRS Aleppo grão-de-bico Abril 2018 Crédito Nara Lúcia S.R. Trindade

Em abril, o grão-de-bico BRS Aleppo, adaptado pela Embrapa e parceiros às condições brasileiras começa a chegar aos produtores de semente de Minas Gerais e Goiás. “Uma oportunidade de agregação de valor ao abrir as portas para o mercado externo“, avalia o produtor goiano José Eulálio Brandão Filho que, com a leguminosa, pretende ampliar o portfólio da empresa da família que tradicionalmente atua no mercado do feijão.

De acordo com o gerente de Acesso a Mercados (GAM) da Secretaria de Inovação e Negócios (SIN), Alessandro Cruvinel, com a BRS Aleppo, a Embrapa começou suprindo o mercado interno com 5 campos de produção de sementes em 2017. “No entanto, com a nova oferta que está em andamento este mês, foi possível selecionar parceiros para produção de sementes em Minas Gerais e Goiás, ampliando a rede desses produtores. Isso poderá representar, em 2019/20, uma oferta para atender 250 mil hectares de grão-de-bico“, avalia.

A comercialização de ativos tecnológicos para viabilizar os modelos de negócios em parceria e ações de acesso a mercados tem coordenação corporativa da GAM, explica o gerente. “A equipe de pesquisa da Embrapa Hortaliças, em articulação com parceiros, apresentou, em 2015, a BRS Aleppo como resultado da adaptação de cultivares estrangeiras às condições brasileiras. E, agora, começamos a entregar sementes ao setor produtivo nacional como alternativas de diversificação da produção, com vistas também ao mercado externo“.

Do feijão ao grão-de-bico – “É ótimo poder contar com a Embrapa na oferta de opções para ampliar nossa presença no mercado“, diz o produtor Brandão Filho em referência à BRS Aleppo. A produção brasileira de sementes de grão-de-bico ainda não consegue suprir a demanda interna e isso também é visto como positivo pelo produtor. “Em pouco tempo muita gente vai querer plantar a leguminosa e quem sair na frente leva vantagem“, avalia. O produtor está investindo na diversificação e vai multiplicar as sementes que deverão ser negociadas em 2019.

Embora o mercado asiático já tenha sinalizado interesse na produção brasileira de grão-de-bico, Brandão Filho pretende começar negociando com a vizinha Argentina, país para o qual já exportou parte de sua produção de feijão. A possibilidade de rotação de cultura para renovação do solo é outra vantagem no cultivo associado feijão/grão-de-bico, que o produtor mirou ao decidir apostar na BRS Aleppo.

Características ” O grão-de-bico BRS Aleppo é uma cultivar com aptidão industrial para conservas e consumo seco, indicada para cultivo em áreas irrigadas do Planalto Central, com ótima adaptação em altitudes superiores a 800 metros. Esse material é recomendado para cultivo na estação seca, com semeio no período entre abril e maio na região do cerrado do Distrito Federal e Goiás. “A cultivar BRS Aleppo apresenta elevados níveis de tolerância às principais doenças provocadas por um complexo de fungo de solo, além de ótima qualidade de grãos e boa produtividade“, relata o pesquisador Warley Nascimento, da Embrapa Hortaliças. Durante os anos de testes, a produtividade da cultivar variou de 2.506 a 3.515 kg/ha.

 

 

Serviço:

Para pré-reservas de sementes BRS Aleppo contatar:

  1. Cooperativa Agrícola Mista Iraí Ltda ” Copamil

Endereço: Rodovia Dim 070 Km 01 ” Bairro Zona Rural ” Iraí de Minas/MG

Telefone: 34 3845.1000

E-mail:  superintendencia@copamil.com.br

  1. José Eulalio Brandão Filho:

Endereço: Rua Costa Gomes Qd. R Lote 02 ” Jd. Marconal Rio Verde/GO

Telefone: 64 3050-9585

E-mail: marambaia.assistenciatecnica@gmail.com

  1. Anita Maria M. Fiorese

Endereço: Rodovia GO 118 Km 68 ” Zona Rural ” Água Fria de Goiás/GO

Telefone: 61 3642.3171

E-mail contato@sementesquati.com.br

ARTIGOS RELACIONADOS

O sistema MPB revoluciona o setor canavieiro

  Essa é uma inovação no plantio de uma das culturas mais tradicionais da agricultura brasileira " a cana-de-açúcar. A técnica promete melhorar a produtividade...

Bacterioses – Terror da alface no plantio de verão

Marina Guimarães Pacifico Engenheira agrônoma, mestre em Fitopatologia e doutoranda em Proteção de Plantas (UNESP Botucatu) ma_pacifico1@hotmail.com   O período chuvoso, aliado às altas temperaturas e umidade, é...

Dessecação antecipada melhora a semeadura de grãos

  Alfredo Junior Paiola Albrecht ajpalbrecht@yahoo.com.br Leandro Paiola Albrecht lpalbrecht@yahoo.com.br Professores da UFPR " Setor Palotina e Supervisores do Grupo Supra Pesquisa (http://www.supra.ufpr.br) Enoir Cristiano Pellizzaro Engenheiro agrônomo, mestre em...

Contra-ataque biológico do psilídeo-de-concha

Diego Tolentino de Lima Engenheiro agrônomo e doutorando em Produção Vegetal - ICIAG-UFU diegotolentino10@hotmail.com José Geraldo Mageste Engenheiro florestal, Ph.D. e professor - ICIAG-UFU jgmageste@ufu.br Ernane Miranda Lemes Engenheiro agrônomo, mestre...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!