25.6 C
Uberlândia
quarta-feira, junho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasProjeto Cultivida chega a Jaguaré (ES)

Projeto Cultivida chega a Jaguaré (ES)

Buscando colaborar na conscientização dos trabalhadores rurais quanto à importância do uso adequado dos agroquímicos, a IHARA, tradicional fabricante de defensivos agrícolas, realiza pelo segundo ano consecutivo o Cultivida. Em 2013, depois de passar por Caxias do Sul (RS), Petrolina (PE) e Santarém (PA), somando a participação de mais de mil agricultores e suas famílias, o projeto chega a Jaguaré, no Espírito Santo, nos próximos dias 11 e 12 de dezembro.

O evento tem ações previstas para os dois dias. Na quarta-feira (11), o foco são as equipes de saúde, que terão palestras e orientações sobre prevenção. O encontro busca capacitar esses profissionais sobre como realizar o monitoramento da saúde, diagnosticando uma possível intoxicação por defensivos e quais medidas devem ser tomadas nesses casos.

Já na quinta-feira (12), os agricultores e suas famílias terão palestras sobre como utilizar corretamente os agroquímicos, a importância do uso dos equipamentos de proteção, além de atividades recreativas. O Cultivida tem o apoio da Prefeitura de Jaguaré e de parceiros da IHARA, que estão auxiliando na realização do encontro na cidade.

Neste ano, esta é a quarta cidade a receber o projeto, que, em 2012, visitou nove municípios – Guaraciaba do Norte (CE), Mossoró e Baraúna (RN), Bezerros (PE), Irecê e Jacobina (BA), São Miguel Arcanjo (SP), Pará de Minas (MG) e Ermo (SC)-, beneficiando mais de 3.000 famílias. Cerca de 400 pessoas foram examinadas clinicamente, e não foram registrados casos preocupantes relacionados com a saúde dos agricultores.

Serviço:

Data: 11 e 12 de dezembro

Horário: (Dia 11) das 8h30 às 12h00 e (Dia 12) das 8h30 às 14h30

Local: Centro de convivência Grupo Alegria

Endereço: Rua Bruna Kesley, Bairro Seac, Jaguaré / ES

ARTIGOS RELACIONADOS

As algas marinhas e a florada dos citros

Nilva Terezinha Teixeira Engenheira agrônoma, doutora em Solos e Nutrição de Plantas e professora de Nutrição de Plantas, Bioquímica e Produção Orgânica do Centro...

Por que optar pelos fertilizantes de liberação lenta em florestas?

Ernane Miranda Lemes Engenheiro agrônomo, fitopatologista e doutor em Fitotecnia ernanelemes@yahoo.com.br José Geraldo Mageste Engenheiro florestal, doutor e professor - ICIAG-UFU jgmageste@ufu.br Fernando Simoni Bacilieri Engenheiro agrônomo e doutorando em Fitotecnia...

Slabs: técnica promissora para produzir morangos

  Heini Cesar Holler Engenheiro agrônomo da Bella Horta Estufas Agricolas bellahorta@viavale.com.br   Atualmente, muitas empresas estão colocando no mercado substratos prontos, já ensacados em “slabs“, com misturas mais...

Hortelã em hidroponia compensa?

O mercado de hortelã tem se mostrado positivo para os produtores, remunerando bem os hidroponistas. De baixo custo, a hortelã em cultivo hidropônico pega carona nas demais hortaliças plantadas neste sistema e, portanto, divide o investimento com ela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!