25.6 C
Uberlândia
domingo, junho 23, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesPsilídeo-dos-citros é alvo de novo programa da Sipcam Nichino Brasil

Psilídeo-dos-citros é alvo de novo programa da Sipcam Nichino Brasil

Intensificação dos tratamentos frente à praga respondeu por R$ 271 milhões, 23% do mercado total de defensivos da cultura, segundo pesquisa da Kynetec

pomar
Crédito Jose de Freitas

A Sipcam Nichino mobiliza equipes com vistas ao controle do ‘greening’ nos pomares. A doença, transmitida pelo inseto conhecido como psilídeo-dos-citros, (Diaphorina citri), constitui hoje a principal preocupação do setor produtivo e tem pressionado para baixo a produtividade de plantas e para cima o preço da laranja. Uma das líderes do setor de agroquímicos, a companhia informa que desenvolveu uma nova estratégia para manejo eficaz da praga, ancorada no inseticida Fiera® e no acaricida Fujimite®.

Para a empresa, a integração desses produtos de seu portfólio ao manejo do greening transfere eficácia e boa relação custo-benefício ao produtor. Nas avaliações a campo, exemplifica a Sipcam Nichino, realizadas na Estação Experimental Sylvio Moreira, do Instituto Agronômico (IAC), Fujimite® foi aplicado em diferentes doses e entregou indicadores de controle do psilídeo de 80% a 100%, nos períodos de três dias, cinco dias e sete dias após aplicado.

De acordo com a Sipcam Nichino, o inseticida Fiera®, lançado este ano, conta com propriedades fisiológicas reguladoras de crescimento de insetos. O novo agroquímico tem por ingrediente ativo a buprofezina e atua por contato e vapor sobre todas as fases do psilídeo. A recomendação da companhia é a de fazer duas aplicações de Fiera® com intervalos de sete dias, sempre nos períodos de maior ocorrência de brotações no pomar, quando há pressão mais intensa do inseto.

“Mais desafiador safra após safra, o greening se converteu na principal preocupação da cadeia citrícola”, reforça Marcelo Palazim, engenheiro agrônomo, da área de desenvolvimento de mercado. “Uma das principais recomendações ao citricultor é realizar a rotação de produtos com diferentes ingredientes ativos, a base do programa de manejo da Sipcam Nichino.”

Dados do Fundecitrus – Fundo de Defesa da Citricultura, dão conta de que no estado de São Paulo a presença do greening cresceu 56%, de 24,4% dos pomares, em 2022, para 38,06% em 2023. Há ainda relatos de prejuízos de até R$ 3,5 milhões registrados em virtude da doença, em determinadas fazendas.

Uma pesquisa divulgada pela Kynetec Brasil revelou que a intensificação dos tratamentos para controle do psilídeo-dos-citros respondeu por R$ 271 milhões, ou 23% do mercado total de defensivos da cultura (R$ 1,2 bilhão), no ciclo 2022-23. Conforme a consultoria, as vendas de produtos para conter o avanço da praga saltaram 42%, ante R$ 191 milhões da safra anterior.

Criada em 1979, a Sipcam Nichino resulta da união entre a italiana Sipcam, fundada em 1946, especialista em agroquímicos pós-patentes e a japonesa Nihon Nohyaku (Nichino). A Nichino tornou-se a primeira companhia de agroquímicos do Japão, em 1928, e desde sua chegada ao mercado atua centrada na inovação e no desenvolvimento de novas moléculas para proteção de cultivos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Benefícios dos organominerais para a citricultura

Nilva Teresinha Teixeira Engenheira agrônoma, doutora em Solos e Nutrição de Plantas e professora do Curso de Engenharia Agronômica do Centro Regional Universitário de Espírito...

UPL Propõe mais uma solução inovadora para o manejo de percevejos na soja

Com dois modos de ação diferentes, nova solução promove o melhor poder de choque da categoria Com o aparecimento das flores da soja, o alerta...

Ácaro da leprose em citros: doença pode comprometer o pomar

A leprose é a principal doença que compromete a citricultura na América Latina, correspondendo à mais importante em virtude dos danos econômicos e sociais gerados e com predomínio em pomares no Brasil.

Controle biológico e promoção de crescimento das plantas

  Leandro Alvarenga Santos Doutor e professor da Universidade Estadual do Centro Oeste - PR Janaina Marek Mestranda em produção vegetal da Universidade Estadual do Centro Oeste...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!