18.1 C
São Paulo
sexta-feira, agosto 12, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Qual o melhor momento de plantar cenouras?

Qual o melhor momento de plantar cenouras?

Agnaldo Donizete Ferreira de Carvalho

Pesquisador da Embrapa Hortaliças

 Fotos Shutterstock
Fotos Shutterstock

A melhor época para plantio de cenoura são as estações outono-inverno, que começam em março e se estendem até setembro. As cenouras de inverno são mais produtivas e possuem melhor qualidade culinária, mas não toleram calor e doenças foliares.

Existe um grupo específico de cultivares que são adaptadas ao plantio de inverno nas condições brasileiras. Elas apresentam alto potencial produtivo, chegando a 4.000 caixas por hectare, com elevada qualidade de raízes, sendo cilíndricas, lisas e de cor laranja intensa.

Contudo, não se prestam ao cultivo nos períodos mais quentes do ano, pois não apresentam resistência ao calor e às doenças foliares. Existem várias opções de cultivares de inverno disponíveis aos produtores, sendo a maioria delas híbridas de elevado potencial genético, alta produtividade, qualidade e uniformidade de raízes.

As cultivares de inverno apresentam particularidades que fazem com os produtores optem por uma ou outra, dependendo da situação. Existem cultivares que apresentam maior romaneio de raízes tipo G (extragrandes) e são cultivadas para atender determinados mercados. Outras apresentam elevada quantidade de raízes tipo 3, que são mais valorizadas.

Características valorizadas

As características mais importantes para os produtores são o elevado potencial produtivo, aliado à estabilidade de produção. Para melhor aceitação no mercado, a raízes precisam atender as exigências dos consumidores brasileiros, ou seja, apresentar formato cilíndrico, comprimento entre 16 a 22 cm, diâmetro médio de 03 cm, lisas, cilíndricas, de coloração alaranjada intensa, sem danos físicos, sem pigmentação nos ombros das raízes, etc.

Para ter um cultivo de sucesso, são vários os cuidados que os produtores devem adotar. A calagem e adubação são importantes para que as cultivares expressem todo potencial genético. O preparo do solo no momento correto e de forma adequada é importante para dar condições ao bom desenvolvimento das raízes.

A escolha da cultivar é de fundamental importância para o sucesso da lavoura. Cultivares de inverno são destruídas por doenças foliares no verão e cultivares de verão são suscetíveis ao florescimento no inverno.

A semeadura deve ser realizada criteriosamente, com uniformidade na distribuição das sementes e na profundidade correta. O mais indicado é realizar o plantio com máquinas, haja vista a melhor distribuição das sementes no canteiro.

Atualmente, existem máquinas que fazem a semeadura com alta precisão, dispensando, inclusive, o trabalho do raleio. A profundidade da semeadura é importante para garantir uma rápida e uniforme germinação. A profundidade indicada é de 1 cm.

O gasto com sementes depende do vigor delas e da época de plantio. Em plantios de inverno, geralmente o gasto de sementes é da ordem de 02 a 04 kg por hectare. A irrigação é extremamente importante para a cultura da cenoura.

Da semeadura até a germinação é recomendado manter o solo úmido. Para isso, é necessário irrigar a área mantendo-a úmida, evitando o ressecamento e a formação da crosta, que dificulta a germinação das sementes.

Após a germinação é necessário manter o solo próximo à capacidade de campo a fim de disponibilizar água para o bom desenvolvimento das raízes de cenoura. Além da irrigação complementar, merece destaque o controle de plantas daninhas, que é muito importante, pois nas fases iniciais a cenoura é muito sensível àmatocompetição.

Fotos Shutterstock
Fotos Shutterstock

Obstáculos

O fator mais agravante é que poucos produtos fitossanitários são registrados junto ao Ministério da Agricultura,Pecuária e Abastecimento (MAPA) para o controle dessas plantas.

É importante frisar que a utilização de agroquímicos deve ser prescrita por um engenheiroagrônomo. A capina manual também pode ser realizada com sucesso, contudo, trata-se de uma operação árdua, cara e laboriosa, e por fim tem-se a prática do desbaste, que consiste na retirada do excesso de plantas com o objetivo de deixar condições adequadas para o adequado crescimento e desenvolvimento das raízes da cenoura.

Como a capina manual é cara, trabalhosa e penosa, em plantios de inverno com semeadoras de alta precisão essa atividade está caindo em desuso. Contudo, quando precisa ser realizada, é feita por volta dos 35 dias após o plantio.

É deixado um espaço entre plantas de 04 a 05 cm, quando o espaçamento entre linhas de plantio é de 10 cm. A densidade populacional depende da época de semeadura e do nível tecnológico adotado. Em plantios comerciais têm se verificado populações entre 600 a 800 mil plantas por hectare.

Custo produtivo

Como quase toda hortaliça, a cenoura tem um elevado custo de produção. Estima-se que para a safra de inverno de 2017 o custo de produção até a colheita gire entre R$ 25 mil a R$ 30 mil/ha.

Comparando com a safra 2016, em que os preços recebidos não cobriram os custos de produção na maior parte do ciclo, nesse ano, com o desestímulo à ampliação de área, seja pela saída de aventureiros ou pela falta de águas para irrigação em algumas regiões de produção, o preço tende a trazer maior rentabilidade para os produtores.

Essa matéria você encontra na edição de outubro 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

Inicio Revistas Hortifrúti Qual o melhor momento de plantar cenouras?