18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Quali Vida garante mais qualidade para HF em conservas

Quali Vida garante mais qualidade para HF em conservas

A Quali Vida planta 18.000 pés de pepino, o que gera uma média de 35.000 kg - Crédito Evandro Camatti
A Quali Vida planta 18.000 pés de pepino, o que gera uma média de 35.000 kg – Crédito Evandro Camatti

Quali Vida é uma empresa especializada no ramo de conservas de vegetais e agora lança conservas de doces em calda e geleias. “A Quali Vida iniciou suas atividades no Sul do Brasil, como agroindústria familiar, no ano de 2003, com um produto conhecido como cren (raiz forte) como seu carro-chefe, e aos poucos foram incluídos os produtos de conservas de pepino, cebola, vagem, rabanete, pimentão, minimilho, sal temperado e pasta de alho“, conta o produtor e empresário rural, Evandro Camatti.

A Quali Vida planta 18.000 pés de pepino, o que gera uma média de 35.000 kg - Crédito Evandro Camatti
A Quali Vida planta 18.000 pés de pepino, o que gera uma média de 35.000 kg – Crédito Evandro Camatti

Em 2012 a agroindústria passou a ser uma empresa de pequeno porte, mas com foco na produção artesanal, incluindo o cultivo de 50% do que é produzido e embalado, e hoje vende os produtos para toda a região da serra gaúcha e também para alguns Estados brasileiros.

Plantio

O plantio do pepino para indústria inicia em setembro, e conforme o clima pode se estender até março. “Isso na lavoura, mas se plantado em estufa pode ir até o final de maio“, conta Evandro, que investiu na semente de pepino Amour, da Bejo, que, segundo ele, é a que melhor se adapta à região. Dessa variedade, 100% da produção é destinada à indústria.

 A Quali Vida planta 18.000 pés de pepino, o que gera uma média de 35.000 kg - Crédito Evandro Camatti
A Quali Vida planta 18.000 pés de pepino, o que gera uma média de 35.000 kg – Crédito Evandro Camatti

“Temosproduzindo, no momento, em torno de 18.000 pés de pepino, o que gera uma média de 35.000 kg.E estamos encaminhando o plantio de mais 6.000 pés, que provavelmente começará a ser colhido em 45 dias“, calcula o empresário rural.Ainda segundo ele, a demanda pelo pepino indústria no verão é maior, entre 30 e 35%.

Valor agregado

A Quali Vida consegue agregar um pouco mais de valor aos seus produtos no final e começo do ano, devido às festas, onde ele é mais consumido. “No restante do ano mantemos o preço, conforme a produção. No momento estamos com a produção alta devido à safra, mas se der queda devido ao clima instável da nossa região, ele pode ter alteração de valor“, pondera.

Para atender seus clientes, Evandro investe em um produto fresco, de boa qualidade, no tamanho máximo de 8 cm, o que ele considera ideal para vidros de 300 gr. Os demais, com tamanho um pouco maior, são produzidos em vidros de 1,7 kg e 480gr, destinados a restaurantes e padarias.

O pepino da Quali Vida é colhido nas horas mais frescas do dia, segue para a indústria, onde é lavado em máquina para retirar as flores, os espinhos e as sujeiras de folhas que podem vir junto. Após segue em um tanque para mais uma lavagem ea entrada para a sala de embalagem. Ali são envasados nos vidros, adicionado o vinagre e tampados. Depois seguem para o ‘banho maria’, para a vedação, rotulagem e venda.

Foto 06

Cuidados

Evandro afirma que o pepino não exige nenhum tipo de cuidado maior do que os outros produtos, a não ser na colheita, para não machucá-lo. Além disso, a irrigação é realizada por meio do gotejamento, com mangueiras no chão a cada fileira de pés.

“Para não ser necessária a capina, usamos lonas plásticas em cima do canteiro, fazemos alguns buracos apenas para o plantio do pé de pepino, ou optamos pela capina enquanto os pés estão, no máximo, com 30 cm de altura“, relata o empresário rural.

As desbrotas são feitas no início da formação do pé até aproximadamente 40 a 50 cm de altura, tirando os brotos para que os pepinos não produzam rente ao chão, e depois são deixados os brotos para que eles cresçam e tenham mais produção.

“Nosso produto tem boa aceitação no mercado e conseguimos vender toda a nossa produção, porque temos os clientes certos para a venda.Consideramos um custo-benefício, até o momento, viável para a Quali Vida. O pepino é um produto bastante comercializado e abre as portas para a venda de outros produtos“, conclui EvandroCamatti.

Crédito Shutterstock
Crédito Shutterstock

Essa é parte da matéria de capa da revista Campo & Negócios Hortifrúti, edição de janeiro 2016. Adquira a sua para leitura completa.

Inicio Revistas Hortifrúti Quali Vida garante mais qualidade para HF em conservas