Inicio Revistas Hortifrúti Quantos tipos de limão existem?

Quantos tipos de limão existem?

0
2254

Givago Coutinho

Doutor em Fruticultura e professor efetivo do Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado)

givago_agro@hotmail.com

Herick Fernando de Jesus Silva

Engenheiro agrônomo e doutorando em Fitotecnia ” Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

herickfernando@gmail.com

 Créditos Shutterstock
Créditos Shutterstock

Os citros pertencem à família Rutaceae e são nativos do Sudeste Asiático. Dentro dessa família está o Citrus, considerado o principal gênero de interesse, sendo os limoeiros verdadeiros englobados na espécie Citruslimon L. Burmann f..

Comercialmente, os limões compõem o terceiro grupo em importância na citricultura brasileira. Possuem uma ampla gama de utilizações, tais como: sucos, coquetéis, sorvetes, além de vários pratos culinários. Devido ao aroma suave, é ideal para a extração de essências que servem de base para perfumes e cosméticos.

Mas as estatísticas possivelmente se referem aos cultivos de alguns ‘limões’ como o ‘tahiti’, que correspondem, na verdade, a limas ácidas e não a limões propriamente ditos, sendo esta a cultivar de lima ácida mais cultivada no Brasil atualmente.

Como exemplos de limoeiros podemos citar algumas variedades cultivadas comercialmente, como ‘Siciliano, ‘Eureka’, ‘Lisboa’ e ‘Vila Franca’. A principal característica dos frutos dessa espécie é o sabor acentuadamente ácido.

Não se confunda

Conhecer as diferenças existentes sobre as espécies e variedades de citros é oponto-chave para iniciar os cultivos. Dentro desse grupo, que possui um grande número de espécies cultivadas, cada uma se comporta de uma forma no campo, apresentando exigências quanto ao manejo e tratos culturais distintos entre si, principalmente no que se refere à poda e escolha de cultivares de porta-enxerto. A observação sobre a correta nomenclatura pode decidir o futuro da produção, bem como auxiliar no processo pós-colheita, como as exportações, por exemplo.

 Foto 02

Tipos de limão

Basicamente existem diversas espécies e híbridos conhecidos vulgarmente como limoeiros, como Citruslatifolia, Citrusaurantifolia e até híbridos como o limão-cravo (Citrusaurantifolia x Citrusreticulata), que preferencialmente é utilizado como porta-enxerto, porém, seus frutos também são utilizados na culinária como temperos para saladas.

Dentro da espécie de limões verdadeiros (CitruslimonBurn.), seguindo a nomenclatura correta, encontramos uma diversidade de variedades, como as já citadas ‘Eureka’, ‘Siciliano’, ‘Lisboa’ e ‘Vila Franca’ e até variedades que apresentam frutos doces, como ‘limoeiros-doces’.

Recentemente a Embrapa apresentou a variedade ‘Fino’, pertencente ao grupo Siciliano.Originária da Espanha, essa variedade apresenta frutos de tamanho médio, formato ovoide de casca rugosa e coloração amarela, polpa esbranquiçada e contém, em média, de zero a seis sementes por fruto, tendoencontrado no semiárido brasileiro boas condições para seu desenvolvimento.

No que se refere ao gênero, ‘tahiti’ e ‘galego’ também estão englobados no gênero Citrus, mas não pertencem botanicamente à espécie CitruslimonBurn. A cultivar ‘tahiti’ pertence à espécie Citruslatifolia, tanaka e ‘galego’ pertencem à espécie CitrusaurantifoliaSwingle, sendo esta a principal diferença existente entre eles.

As duas cultivares, ‘galego’ e ‘tahiti’ são, portanto, consideradas limeiras-ácidas, e não limoeiros verdadeiros.

Conhecer as diferenças existentes sobre as espécies de citros é o ponto-chave para iniciar os cultivos - Créditos Shutterstock
Conhecer as diferenças existentes sobre as espécies de citros é o ponto-chave para iniciar os cultivos – Créditos Shutterstock

Diferença entre limas ácidas e limões

As limas ácidas, tal qual o limão, apresentam elevada acidez e são utilizadas com a mesma finalidade dos limões verdadeiros. Porém, são observadas algumas diferenças entre os frutos dessas espécies, por exemplo, as limeiras ácidas apresentam frutos pequenos de coloração verde com tons amarelados e casca fina, enquanto os limões apresentam frutos em formato oval, com um mamilo típico na região apical.

Com relação especificamente às variedades, segundo Mattos Junior et al. (2005), a limeira ácida ‘tahiti’ apresenta fruto ligeiramente ovalado, com casca verde intenso quando consumido e não apresenta sementes.Já o ‘galego’ apresenta frutos pequenos, arredondados, com casca fina e ligeiramente amarela quando maduro, exibindo também bastante sementes.

O limoeiro ‘siciliano’ apresenta fruto ovalado, grande, de casca grossa e amarela, bastante aromático. Basicamente, o ‘tahiti’ apresenta a casca verde quando maduro, enquanto o limão (verdadeiro), do tipo siciliano, é amarelo.

 Foto 04

Demanda

A lima ácida ‘tahiti’ tem destaque no mercado nacional devido à grande preferência pelos consumidores. Constata-se que a procura por essa variedade chega a 90%, quando comparada com o ‘galego’ (Tonet et al., 2010). A demanda mais baixa por essa última variedade pode estar atrelada à substituição de seus pomares pela variedade ‘tahiti’, que por sua vez tem maior preferência pelos consumidores.

Essa matéria você encontra na edição de novembro 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

SEM COMENTÁRIO