Quatro soluções para produtividade no setor sucroenergético

0
168

O Brasil é historicamente o maior produtor mundial de cana-de-açúcar, movimentando cerca de US$ 40 bilhões da economia nesse mercado, de acordo com a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).

Como a área plantada desse cultivo não aumenta de forma significativa, a tecnologia tem um papel fundamental para a manutenção do cenário de crescimento. É por meio da modernização das propriedades e equipamentos e da automação da produção que se garante a eficiência e a produtividade necessária para o alcance de bons resultados. 

A plataforma HxGN AgrOn, da Hexagon, por exemplo,oferece produtos de tecnologia da informação  para empresas do setor, integrando desde o planejamento, cultivo e colheita até o transporte. Com mais de 25 mil equipamentos em operação em 36 países, a empresa está envolvida atualmente nos processos de 46% da produção global de cana-de-açúcar. 

Confira quatro das soluções que podem modernizar as operações e melhorar a  produtividade do setor.

1 – Alocação  de transbordo

Uma solução que ajuda a aumentar a eficiência e o tempo produtivo das operações de colheitas é o HxGN AgrOn Alocação Dinâmica de Transbordo. O sistema sincroniza o ritmo de corte das colhedoras com a movimentação dos transbordos, indicando o momento ideal para o deslocamento desses tratores. Isso impede que a colhedora interrompa o corte da cana-de-açúcar e ainda reduz o tempo de espera por um novo transbordo para continuidade da operação.

O produto usa comunicação máquina a máquina (M2M) entre frente de trabalho e fila de transbordo, sem servidor e nem concentrador. Os equipamentos envolvidos devem ter computador de bordo e usar a conexão da rede local.

Dessa forma, o sistema prevê quando o transbordo em uso atingirá seu limite e, a partir disso, chama de forma automática e otimizada um novo trator, que receberá uma mensagem em seu display. Essa escolha de equipamento leva em consideração critérios como a distância entre a colhedora e os transbordos, rotas de movimentação,posição da fila etc. Se um transbordo recusar o chamado ou não se movimentar após aceitá-lo, outro será chamado de forma automática.

2 – Rastreabilidade de matéria-prima  

Com uma combinação de hardware e software, a HxGN AgrOn Rastreabilidade de Matéria-Prima executa e monitora o rastreamento automatizado da cana-de-açúcar desde a origem no campo até a entrega na indústria. 

O sistema funciona por meio de recursos de comunicação avançados, como por exemplo a tecnologia RFID. Primeiro, há uma comunicação entre os displays das colhedoras e dos transbordos e, depois, dos transbordos com as carretas que irão levar a cana-de-açúcar até às indústrias. Por fim, essas informações são entregues para os sistemas de recepção das indústrias junto com as matérias-primas. 

Dados como ID dos equipamentos e dos operadores das máquinas, áreas e tempo de colheita, por exemplo, são disponibilizados, podendo ser armazenados e contabilizados em softwares de gestão e controle. 

Esse tipo de solução aumenta a qualidade e a agilidade das operações, assim como a precisão dos dados de produção, superando a falta de infraestrutura para rastreio de cargas no campo. Além disso, a intervenção humana é reduzida, com a dispensa de apontamentos manuais e etiquetas de identificação da matéria-prima. 

3 – Agricultura de Precisão: piloto automático e monitoramento de máquinas

A agricultura de precisão é fundamental não apenas para a produtividade no campo, mas também para  a redução de custos com a otimização de processos e uso inteligente de recursos e insumos. 

As soluções da plataforma HxGN AgrOn economizam em até 10% o consumo de combustíveis, aumentam em média 5% de área plantada e diminuem em até 25% a aplicação de insumos ao reduzir a repetitividade das trajetórias dos tratores, máquinas e implementos agrícolas.

O HxGN AgrOn Piloto Automático, por exemplo, permite que as rotas sejam planejadas do próprio equipamento, de um escritório ou de uma sala de controle. Depois, basta fazer o upload dos mapas no computador de bordo e iniciar a operação. 

O sistema possui acionamento elétrico ou hidráulico, sendo compatível com a grande maioria dos tratores do mercado e, também, com máquinas predispostas. Sua performance ainda conta com tecnologia para correção de inclinação e manobras bruscas, sensores nas rodas que detectam desvios na trajetória e sistema de compensação de solo.

Outra solução de impacto na agricultura de precisão é o HxGN AgrOn Monitoramento de Máquinas. Com auxílio da automação por workflow, ele gerencia informações sobre as máquinas e frotas em campo, registrando de segundo a segundo a posição e a atividade que está sendo realizada no cultivo e na colheita de cana-de-açúcar.

Esse monitoramento também pode ser integrado com sensores pré-existentes na máquina e permite a configuração de alarmes para determinadas situações. Relatórios sobre rendimento, produtividade, distância, velocidade, entre outros pontos, são gerados para análise.

Para melhorar a precisão das operações de plantio e colheita da cana-de-açúcar, a Hexagon permite a integração dessas duas soluções em um único display. 

4 – Sala de controle 

O HxGN AgrOn Sala de Controle é uma estrutura de centrais de comando que gerencia de forma remota e centralizada todas as operações da produção sucroenergética. 

A solução começa com a identificação automática das operações executadas no campo, com registro dos dados de monitoramento, como localização e atividade das colhedoras e transbordos, e de telemetria, relacionados à agricultura de precisão. Essas informações são passadas dos displays dos equipamentos para a nuvem da sala de controle por meio de canais de comunicação 3G, 4G, Wi-Fi ou satelital.

Dessa forma, as centrais recebem dados de forma contínua e em tempo real, sendo possível comparar as atividades executadas com as metas de planejamento, rastrear as horas de trabalho e visualizar mapas e relatórios, inclusive com gráficos em dashboard. 

Além de auxiliar em análises de desempenho, essa solução permite a emissão de notificações e alertas de irregularidades, incidentes ou problemas nas máquinas em tempo real, garantindo uma intervenção mais ágil. O produto ainda possui módulos com salas de controle dedicadas especificamente para os processos de preparo do solo, plantio, cultivo e tratos, colheita e transporte da cana-de-açúcar