23.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 6, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Respostas fisiológicas da nutrição em cultivo hidropônico

Respostas fisiológicas da nutrição em cultivo hidropônico

Daniel Baron

Engenheiro agrônomo, mestre, doutor em Fisiologia e Bioquímica de Plantas e professor adjunto – Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – campus Lagoa do Sino

danielbaron.agro@gmail.com

Crédito Eduardo Miyayaciki
Crédito Eduardo Miyayaciki

As plantas necessitam, em geral, para o seu ciclo de vida, de nutrientes essenciais, sendo três (C, H e O) provenientes do ar e da água, além dos elementos minerais considerados ‘macronutrientes’, tais como nitrogênio (N), fósforo (P), potássio (K), cálcio (Ca), magnésio (Mg) e enxofre (S) e os elementos minerais considerados ‘micronutrientes’, tais como boro (B), cobre (Cu), ferro (Fe), manganês (Mn), cloro (Cl), molibdênio (Mo), níquel (Ni) e zinco (Zn).

Os elementos minerais listados anteriormente são considerados ‘essenciais’ para que o vegetal complete seu ciclo de vida e tal afirmação é válida para a maioria das plantas cultivadas, incluindohortaliças e demais frutíferas (Malavolta, 1980; Epstein; Bloom, 2006; Hansch; Mendel, 2009; Maathuis, 2009; Marschner, 2012).

Recomendações

Inicialmente, sugere-se que o produtor execute o chamado ‘Plano de Negócio’, exequível a curto prazo. Os principais itens estão listados a seguir:

Prospectar o mercado consumidor:importante que o produtor tenha alinhado o destino final da produção e o levantamento nos pontos de venda de informações, tais como preferência do público, tipos de embalagens, negociação, preço final, concorrência, etc.

Treinamento e especialização da tecnologia de cultivo hidropônico:o produtor e/ou empreendedor necessita conhecer os detalhes técnicos do funcionamento desta técnica de cultivo.

Instalação e condução do cultivo hidropônico:recomenda-se que o local para implantação e manutenção do cultivo hidropônico tenha acesso fácil e seja próximo a centros consumidores (logística de escoamento da produção), área plana para instalação das bancadas com possibilidade de inclinação posterior destas, possua acesso à água e energia elétrica, presença de instalações ‘quebra-vento’, naturais ou artificiais, e que constantemente tenha a visita de consultores e demais profissionais credenciados que possam prestar assessoria ao longo do tempo de cultivo dos vegetais.

Manejo

Como apresentado anteriormente, há muitos itens que o produtor/empreendedor terá que atender para tornar economicamente viável sua produção de plantas em cultivo hidropônico. Após sua completa instalação e dimensionamento, listo abaixo os principais itens, conforme recomendação de Martinez (2002):

Manejo da solução nutritiva:controle do pH, condutividade elétrica e temperatura da solução nutritiva;

Manejo fitossanitário:controle de invasoras em torno do ambiente protegidoutilizado no cultivo das plantas, desinfecção do ambiente protegido entre cultivos, inspeção elimpeza das mudas, controle de entrada e inspeção periódica para identificação de possíveisinsetos-pragas e doenças radiculares, adoção de medidas de controle, se necessário, como usode controle biológico ou defensivos agrícolas, desde que estes tenham registro para a cultura-alvo,sob a orientação de profissional na área da engenharia agronômica ou florestal, conformeresolução do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CONFEA), nº 3.444 de27 de julho de 1990.

A nutrição mineral influencia no metabolismo da planta - Crédito Hidrogood
A nutrição mineral influencia no metabolismo da planta – Crédito Hidrogood

Respostas fisiológicas das plantas

O suprimento adequado de nutrientes minerais para as culturas é um dos fatores maisimportantes para aumento de sua produtividade biológica. A nutrição mineral influencia direta eindiretamente o metabolismo do vegetal, devido à sua influência no crescimento e na morfogênesedo vegetal (Fageria, 2001).

De acordo com a literatura, existe relação direta entre o correto manejo da soluçãonutritiva (disponibilidade dos elementos minerais essenciais aos vegetais) e as trocas gasosas dosvegetais. Entenda-se como trocas gasosas foliares o processo de difusão de vapor d’água para aatmosfera e de assimilação de gás carbônico atmosférico (CO2) para formação de matéria orgânicaconstituinte do vegetal.

Além do mais, a nutrição hidropônica adequada permite que a plantaacumule os elementos minerais nos tecidos vegetais e estes exerçam funções essenciais diretas eindiretas no metabolismo fotossintético, o que resultará em plantas mais saudáveis e adequadaspara comercialização (Baron; Amaro; Campos et al. 2018).

Custo envolvido

Definir, com exatidão, todos os custos envolvidos no cultivo hidropônico é tarefa quedepende, basicamente, da região/município que se pretende iniciar esta prática, pois os valoresvariam por conta da logística e localização da fonte de materiais, mão de obra, etc.

Em consulta ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE),estima-se que um projeto de hidroponia para a produção de 30.000 pés de alface tenha custosmensais em torno de R$ 9.000,00.

Para mais informações sobre valores a serem desembolsados,por exemplo, terraplanagens e estrutura geral do ambiente protegido para o cultivo, instalaçõesde água e energia elétrica, equipamentos, perfis, bancadas, sementes, insumos, despesas deregistro da empresa, honorários profissionais e capital de giro para suportar o negócio nosprimeiros meses de atividade, recomendo a leitura do texto completo no site www.sebrae.com.brNo campo de busca digitar a palavra ‘hidroponia’.

Essa matéria você encontra na edição de junho da Revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira o seu exemplar.

Ou assine

Inicio Revistas Hortifrúti Respostas fisiológicas da nutrição em cultivo hidropônico