Satis planeja crescimento de 26%

0
21
Soja – Créditos: shurtterstock

Faturamento da empresa ultrapassou os 39% na última temporada;

Referência em nutrição vegetal para diversas culturas do agronegócio, a Satis acaba de definir sua meta para o ano-safra 21/22. A companhia mineira projeta crescimento aproximado de 26% para o período, apostando especialmente no avanço da soja no Brasil, além do segmento de algodão nas áreas do Mato Grosso e Oeste baiano. A empresa fechou a última temporada 20/21 com alta de 39,9% em seu faturamento, batendo a meta inicial de 27% com um mês de antecedência. Somente entre os meses de janeiro e junho, o crescimento foi de 56%.

Segundo dados da Abisolo, o mercado de nutrição vegetal cresceu ao todo mais de 40%. O cenário positivo contribuiu para a Satis elevar o volume de vendas em linhas específicas de produtos, como fertilizantes foliares e organominerais. Para manter o ritmo forte de ascensão e atender melhor a demanda de mercado, a empresa está entrando em uma plataforma de marketplace para ampliar a oferta de seu portfólio, que será reforçado com a chegada de um produto inédito a base do cobre. As duas novidades serão anunciadas oficialmente nas próximas semanas.

Durante a pandemia, a empresa otimizou seu atendimento aos clientes via plataformas digitais, aproveitando a redução de deslocamentos para capacitação constante de seus profissionais. Conforme o seu presidente, José do Nascimento Ribeiro, a iniciativa foi fundamental para manter o engajamento das equipes à distância e, assim, garantir os bons resultados. Em paralelo, a empresa ainda investiu nos lançamentos das soluções Sollar e Liq-D, na renovação de 80% de sua frota de veículos para atendimento, na instalação de placas de energia solar em sua sede localizada em Araxá/MG, entre outras ações. Agora, a Satis irá reforçar suas equipes de campo a fim de aproveitar a retomada das visitas aos produtores, mantendo todas as medidas de segurança contra a Covid-19.

Inovação também tem sido um dos principais focos para sustentar a trilha de crescimento da empresa. Por isso, mantém parte de suas atenções voltadas à realização de pesquisas, seja para desenvolver novas tecnologias em soluções quanto para melhor entender demandas específicas do campo. Somente na última temporada, foram realizados 33 estudos científicos relacionados à nutrição vegetal e ao manejo fitossanitário, 10 deles em parceria com entidades de peso do setor, como a Embrapa e a Universidade de Uberaba. Outra frente de inovação é o Desafio Work & Play, que este ano chegou à sua terceira edição, gerando oportunidades para acadêmicos do agronegócio apresentarem seus projetos e, assim, estimular novos talentos no setor.

Os bons resultados da soja no País e a valorização das commodities no mercado internacional contribuem para o bom momento da companhia. José do Nascimento Ribeiro destaca que a Satis vem aumentando sua participação em segmentos estratégicos do agronegócio, a exemplo do café e do algodão. “Também reforçamos nossa presença em importantes regiões produtoras, como Mato Grosso, Goiás, Maranhão, Pará, Bahia e Minas Gerais. Já nesta nova temporada, uma das áreas de atenção especial para nossa empresa será o chamado Cinturão Verde no interior paulista, referência em hortifrutigranjeiros”.