23.3 C
São Paulo
terça-feira, julho 5, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Sementes de cebolas incrustadas previnem doenças

Sementes de cebolas incrustadas previnem doenças

 

Renata Paula Herrera Brandelero

Doutora, professora da Universidade Tecnológica Federal do Paraná e pesquisadora na área de desenvolvimento e caracterização de materiais poliméricos

renatap@utfpr.edu.br

Crédito Luize Hess
Crédito Luize Hess

O incrustamento é uma técnica utilizada para aumentar o tamanho das sementes por meio da adesão de um cimentante, ou polímero adesivo, e de material sólido, chamado de incrustante na superfície das mesmas.

Os materiais aderidos à semente aumentam o tamanho e o peso, o que facilita a seleção da semente pelos dosadores das máquinas semeadoras. Assim, como as sementes são lançadas com maior facilidade, elas possibilitam a maior uniformidade de plantio.

Nos sistemas de produção de mudas, as sementes incrustadas agilizam a semeadura em bandejas, uma vez que o aumento do diâmetro das sementes facilita a semeadura.

Tratamento otimizado

Como cimentante, utilizam-se polímeros com capacidade de adesão e que sejam solúveis em água, a exemplo do acetato de polivinila (PVA) base da cola branca, o polivinilpirrolidona (PVP), além dos biopolímeros, que vêm sendo testados em pesquisas, e as substâncias provenientes de fontes naturais e 100% biodegradáveis, como o amido, o alginato e a metilcelulose.

Como material sólido ou incrustante pode-se usar betonita, areia, calcário, silicato de cálcio, argilas tratadas, entre outros. Outros materiais também são utilizados para a secagem rápida das sementes e pigmentos para dar cor e acabamento e elas.

Pode-se, ainda, adicionar aos cimentantes antimicrobianos, micronutrientes, herbicidas, inseticidas e inoculantes, produzindo sementes com potenciais distintos. No entanto, o que se sabe sobre os materiais usados no incrustamento de sementes é proveniente de pesquisas, e as empresas que comercializam estes produtos mantêm segredos sobre os materiais utilizados.

A incrustação de sementes garante melhor plantabilidade da lavoura de cebola
A incrustação de sementes garante melhor plantabilidade da lavoura de cebola ” Crédito Luize Hess

Vantagens para a cebola

As sementes de cebola são naturalmente pequenas, e não apresentam uniformidade na superfície, o que dificulta a sua seleção pelos mecanismos dosadores nas máquinas semeadoras. Desta forma, a incrustação contribui para o aumento do diâmetro e uniformização da superfície das sementes, possibilitando maior eficiência para os processos de semeadura direta.

O aumento das sementes agiliza também a semeadura em bandejas, uma vez que o processo torna-se mais fácil com sementes maiores. A incrustação permite, como dito anteriormente, a produção de sementes com diferentes potenciais pela adição de agroquímicos, sendo importante para reduzir doenças a campo e aumentar a produção.

Incrustamento x plantabilidade

A plantabilidade pode ser medida como resultado do comprimento, largura e espessura das sementes, bem como da retenção das mesmas nos mecanismos de plantio. O reflexo de uma boa plantabilidade é a perfeita distribuição espacial das plantas em quantidade e qualidade.

A incrustação das sementes acarreta maior incorporação de massa, diâmetro e forma padrão, além do menor atrito nas partes mecânicas. Estes fatores permitem uma maior precisão no plantio das sementes de cebolas que são pequenas, irregulares e ásperas. Assim, o incrustamento deve melhorar a plantabilidade desta cultura.

Manejo

A técnica pode ser realizada em plantas industriais com equipamentos sofisticados que garantem maior controle do processo, mas também pode ser feita na propriedade rural com uma betoneira, ou equipamento que permita a rotação das sementes para uniformizar e distribuir melhor os produtos ao redor das mesmas.

Algumas empresas comercializam na forma líquida cimentantes para revestimento de sementes. Em resumo, os materiais cimentantes na sua fase gel (os polímeros devem estar na forma que permite a formação de gel) são solubilizados junto com os demais materiais sólidos, formando uma solução viscosa que deve aderir às sementes.

Cuidados

São muitos os cuidados no incrustamento das sementes. A seleção de materiais que garantam uma boa emergência a campo é muito importante, assim como o produto a ser utilizado, que deve ter sido avaliado para a cultura, no caso a cebola.

A proporção entre a quantidade de solução e de sementes deve ser estabelecida para permitir um bom recobrimento e a reprodutibilidade do processo. As sementes não podem aderir uma às outras no momento de incrustação e, assim, a quantidade do polímero na solução é um fator importante.

As sementes pequenas podem originar pellets vazios, ou seja, formados só pelo material da solução, e por isso deve-se separar estes pellets. As sementes devem ser secas sobre condições amenas de temperatura.

O teste de germinação em laboratório para as sementes incrustadas é aconselhável para avaliar os efeitos do recobrimento. O uso de substâncias, como fungicidas e inseticidas, deve ser realizado em condições seguras para o operador, e os produtos usados não podem apresentar efeito fitotóxico às sementes.

Essa matéria completa você encontra na edição de dezembro da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Clique aqui para adquirir a sua.

Inicio Revistas Hortifrúti Sementes de cebolas incrustadas previnem doenças