Setor florestal: Cresce produtos para itens essenciais durante pandemia

0
99
Floresta – Crédito: BioEnergia

O Boletim Cenários Ibá, produzido pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), apontou que a produção de produtos essenciais demonstrou alta em 2020, quando comparado com o ano anterior. A celulose avançou 5,9%; embalagens de papel demonstraram alta de 1,3%; enquanto papel cartão subiu 5,9%; e papéis para fins sanitários apresentaram avanço de 3,4%. As vendas domésticas de painéis de madeira, por sua vez, cresceram 0,8% no mesmo período.

Paulo Hartung, presidente da Ibá, explica que nos três primeiros trimestres de 2020, os produtos da indústria de base florestal chegaram a US$ 6,0 bilhões em comercializações com outros países. As vendas para o mercado externo de celulose totalizaram US$ 4,5 bilhões, enquanto de papel somaram US$ 1,3 bilhão e painéis de madeira, US$ 196 milhões.

A China seguiu como principal mercado da celulose nacional, adquirindo US$ 2,1 bilhões do produto. A América Latina, por sua vez, é o destino com maior negociação para painéis de madeira (US$ 95 milhões) e papel (US$ 738 milhões).

Produção

Confira a seguir os indicadores de desempenho do setor de árvores plantadas durante o terceiro trimestre de 2020:

Produção – A produção de celulose chegou a 5,4 milhões de toneladas, avanço de 7,5%. No segmento de papel, destaca-se o papel cartão (+14,1%), comumente utilizado em embalagens para entrega via delivery ou embalagens de papel para alimentos.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.