26.6 C
Uberlândia
sexta-feira, junho 14, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMercadoSetor triticultor paulista se reúne para debater as projeções do grão no...

Setor triticultor paulista se reúne para debater as projeções do grão no Estado

Reunião da Câmara Setorial do Trigo será realizada no dia 08 de agosto, em Capão Bonito (SP)

A cidade de Capão Bonito (SP) recebe, no dia 08 de agosto, representantes de diferentes elos da cadeia do trigo paulista para debater e analisar as projeções para o grão no estado. A reunião será realizada no Polo Regional Sudoeste Paulista, às 9 horas.

“As reuniões da Câmara são importantes para alinharmos as informações da cadeia, além de ouvir todo o setor quanto os desafios enfrentados para o desenvolvimento do trigo em São Paulo“, explica o presidente da Câmara Setorial, Maurício Ghiraldelli.

Durante o encontro, as principais cooperativas do estado apresentam as projeções de plantio e colheita, possibilitando uma análise de mercado mais realista. “A partir do reporte, teremos uma proporção mais exata do volume que será colhido na safra paulista de trigo este ano“, pontua Maurício.

O setor vem de uma projeção positiva para o grão no estado, traçada durante a última reunião da Câmara Setorial, promovida em março. De acordo com os números levantados no encontro, o estado pode registrar, este ano, um aumento no volume de produção em mais de 20%, com uma safra estimada em mais de 300 mil toneladas para 2018. “Na próxima reunião atualizaremos esses dados e chegaremos a um número que represente o atual cenário do trigo paulista“, analisa o presidente.

A reunião conta ainda com uma apresentação da Cofco sobre o cenário atual do grão no Brasil e no mundo, além de uma apresentação da Biotrigo sobre resultados e características de novas variedades de cultivares, indicadas para o estado de São Paulo.

“Temos como objetivo levar informação e conhecimento para toda a cadeia, visando sempre à melhora da qualidade do trigo paulista e, consequentemente, aumento de rentabilidade para todo o setor“, finaliza Ghiraldelli.

ARTIGOS RELACIONADOS

Beterraba baby leaf atende nicho de mercado

Talita de Santana Matos Elisamara Caldeira do Nascimento Doutoras em Agronomia " UFRRJ Glaucio da Cruz Genuncio Doutor e professor de Fruticultura da UFMT glauciogenuncio@gmail.com A comercialização de baby leafno...

Hazera – Comprometida e dedicada ao desenvolvimento de cebolas

A Hazera está comprometida com a melhoria contínua de seu portfólio de cebolas, combinado com conhecimento e demandas recebidas dos parceiros que atuam neste...

Inovações no cultivo de cebola: A hora chegou!

AutoresClaudinei Kurtz Engenheiro agrônomo, doutor em Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas e pesquisador da Epagri/Estação Experimental de Ituporanga kurtz@epagri.sc.gov.br Daniel Rogério Schmitt...

Adubação foliar com nitrogênio líquido em soja e milho

Leonardo Vesco Galdi Discente do Curso de Agronomia da Unoeste - Universidade do Oeste Paulista leo.galdi@gmail.com Diego Henriques Santos Engenheiro agrônomo da Codasp - Companhia de Desenvolvimento Agrícola...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!