22.8 C
Uberlândia
quarta-feira, julho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosSilício - Arma poderosa contra nematoides de solo

Silício – Arma poderosa contra nematoides de solo

Carla Verônica Corrêa

Doutoranda em Agronomia/Fisiologia Vegetal e Metabolismo Mineral ” UNESP

cvcorrea1509@gmail.com

Luís Paulo Benetti Mantoan

Doutorando em Ciências Biológicas/Fisiologia Vegetal – UNESP

 

Créditos Shutterstock
Créditos Shutterstock

São diversos os gêneros de nematoides encontrados nas culturas agrícolas. No entanto, há várias espécies que, mesmo parasitando plantas, não são responsáveis por prejuízos significativos, e outras espécies que inclusive poderiam ser usadas no controle biológico das espécies nocivas às culturas.

Os nematoides mais importantes e encontrados com facilidade nas culturas em geral são: Meloidogyne, Heterodera, Globodera, Pratylenchus, Rodopholus, Rotylenchulus, Nacobbus e Tylenchulus. No entanto, dependendo da cultura e da região, centenas de outras espécies podem ser descritas.

Culturas atacadas

Todas as culturas de importância econômica são atacadas por várias espécies de nematoides. Além de culturas tradicionais, como soja, milho, algodão, feijão, arroz e olerícolas, a tabela a seguir descreve alguns exemplos de nematoides, culturas e regiões de ocorrência.

Nome científico do nematoide Cultura Região
Xiphinema ifacolum Abacateiro GO, BA
Paratrichodorus sp Abacateiro BA
Aphelenchus isomerus Abacaxizeiro BA, SE
Helicotylenchus sp Aceroleira PR
Mesocriconema sp Aceroleira PR
Aphelenchoides sp Alcachofra MG
Criconemella onoensis Luc Alcachofra MG
Aphelenchoides sp Alho MG
Tylenchus spp Alho MG
Helicotylenchus dihystera Cobb Antúrio SP
Scutellonema brachyurus Andrassy Antúrio SP
Aphelenchus avenae Bastian Aveia preta PR
Ditylenchus dipsaci  Aveia preta PR
Criconemella onoensis Luc Batata-doce MG
Helicotylenchus dihystera Cobb Batata-doce MG
Aphelenchus sp. Bastian Cacau BA
Criconema mutabile Taylor Capim-jaraguá MG
Xiphinema sp. Cobb Capim-jaraguá MG
Aphelenchus avenae Bastian Dendê AM
Bursaphelenchus cocophilus Cobb Dendê PA, AM

O silício

Os efeitos relacionados ao silício podem ser observados nos solos mediante a aplicação de materiais silicatados, os quais atuam sobre a correção da acidez do solo, neutralização do H e Al tóxicos, além da interação com outros nutrientes, aumentando a concentração dos mesmos na solução do solo, proporcionando maior disponibilidade e absorção pela planta, como é o caso do fósforo.

Contra nematoides, a aplicação pode ser realizada antes mesmo da implantação da cultura. Como exemplo, tem-se o silicato de cálcio, que pode ser empregado como corretivo de acidez do solo, além de outras fontes de silício. Assim, além do fornecimento de cálcio também se fornece o silício.

Os resultados experimentais vêm mostrando que a aplicação via solo apresenta melhores resultados devido ao fato da planta ter a possibilidade de acumular esse elemento desde a fase inicial de seu desenvolvimento e nas maiores concentrações de silício disponível.

A aplicação de silício via solo apresenta a vantagem de ser realizada em uma única vez durante o ciclo da cultura.

No Brasil, existem diversas marcas comerciais de produtos contendo silício para as plantas, sendo comercializadas em mistura com outros nutrientes. Deve-se ressaltar que a maioria dos produtos que são fontes de silício também apresentam em sua composição alguns nutrientes essenciais para as plantas, como potássio e cálcio.

Manejo ideal

O acúmulo e a deposição de silício nas células epidérmicas das raízes constituem uma barreira física que impede o avanço e o crescimento dos nematoides pela modificação da parede celular.

De acordo com muitos pesquisadores, a redução na capacidade reprodutiva do nematoide na presença de silício ocorre devido ao aumento dos derivados da lignina-ácido tioglicólico e das enzimas peroxidase, polifenoloxidase e fenilalanina-amônia-liase.

Há evidências de que o envolvimento dos silicatos na indução de resistência pode ocorrer pela participação do próprio silício, fortificando estruturas da parede celular, conferindo aumento da lignificação, dificultando a penetração e a ativação de mecanismos específicos, como a produção de fitoalexinas.

Os efeitos relacionados ao silício podem ser observados nos solos mediante a aplicação de materiais silicatados - Créditos Shutterstock
Os efeitos relacionados ao silício podem ser observados nos solos mediante a aplicação de materiais silicatados – Créditos Shutterstock

Erros

Não se deve esquecer de alguns pontos cruciais. O silício não atua no controle do nematoide propriamente dito, mas aumenta a resistência das plantas a eles. Deve-se atentar que, junto com o silício, sempre há algum nutriente essencial à cultura, como potássio, cálcio e magnésio, que podem causar desequilíbrio nutricional, quando aplicados em altas concentrações.

Além disso, o produtor deve lembrar que o controle dos nematoides envolve várias práticas agrícolas, como rotação de culturas, evitar a entrada de nematoides em áreas ainda não contaminadas, aumentar matéria orgânica do solo, entre outras.

Solo ativado

Materiais contendo o íon silicato em sua composição, como o silicato de cálcio e magnésio, promovem a elevação do pH, dos teores de cálcio e de magnésio trocáveis, CTC e V%. Além disso, possibilitam aumento na disponibilidade de fósforo e redução de toxidez de ferro, manganês e alumínio.

No entanto, a recomendação de aplicação deve ser baseada em métodos utilizados para recomendação de calagem. Assim, como o solo se encontra em melhores condições, favorece o crescimento e desenvolvimento das culturas, tornando-as mais resistentes a estresses, sejam esses abióticos ou bióticos, como os causados por nematoides.

Existem controvérsias em relação à atuação do silício na produtividade das culturas. No entanto, devido aos seus efeitos benéficos tantos nas plantas como na estruturação do solo, pode-se afirmar que o uso de silício, se não aumentar a produtividade, pelo menos a manterá, mesmo em condições de estresses.

O custo do silício dependerá da fonte de silício empregada. No entanto, como as vantagens da aplicação de silício são muitas, se for via solo ela será empregada para correção de acidez do solo, o que não resultará em custos adicionais ao produtor.  Portanto, a relação custo-benefício da prática é viável, uma vez que o elemento aumenta a resistência ao estresse, pragas, nematoides e doenças.

Essa matéria você encontra na edição de junho de 2018 da Revista Campo & Negócios Grãos. Adquira o seu exemplar.

Ou assine

ARTIGOS RELACIONADOS

Cenoura ficou mais cara, mas continua com preços atrativos na maior parte do país

Entre as cinco hortaliças mais consumidas pelos brasileiros, apenas a cenoura teve alta generalizada no atacado em janeiro. O aumento chegou a 22,15% na...

Alerta – Resistência das plantas aos fungos

Claudia Vieira Godoy Pesquisadora Embrapa Soja "Fitopatologista claudia.godoy@embrapa.br A resistência nada mais é que um processo natural de seleção. Toda vez que se usa muito um determinado...

50 mil toneladas de arroz com casca para o exterior

São 20 mil toneladas para a Costa Rica e 30 mil toneladas para a Venezuela em movimentos ...

Brasil está entre os líderes mundiais na produção de abacate

Nos últimos anos, o Brasil tem experimentado um aumento significativo na produção e valor agregado na venda de abacates.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!